PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Fominha! Glover revela que taparia buraco em card de agosto, caso vença no UFC Hamburgo

Felipe Paranhos, em Salvador (BA)

Ag. Fight

19/07/2018 13h37

Ao que tudo indica, o UFC 227 perdeu um de seus principais lutadores. De acordo com o site da emissora americana 'ESPN', Volkan Oezdemir quebrou o nariz e não vai mais enfrentar Alexander Gustafsson em 4 de agosto. Uma vez que o sueco é o primeiro do ranking de desafiantes e Volkan é o segundo, a reportagem da Ag. Fight questionou o terceiro colocado na lista, Glover Teixeira, se ele toparia substituir o suíço daqui a 15 dias. Isso, claro, se vencer Corey Anderson neste domingo (22), no UFC Hamburgo.

Glover, que vem de um nocaute sobre Misha Cirkunov, em dezembro do ano passado, já enfrentou Gustafsson uma vez, em maio de 2017, e acabou perdendo. Embora tenha deixado claro que não pretende pensar em uma revanche com 'The Mauler' antes de lutar contra Anderson, o brasileiro afirmou que aceitaria a proposta.

"Tenho uma luta pela frente, contra um cara que está no top 10 da categoria, que fez uma luta excelente com o Cummins, então é uma coisa assim: claro que eu toparia se tudo der certo, com certeza. Mas eu tenho uma luta domingo, então é algo que eu não queria pensar", falou à Ag. Fight.

"Tem que ver o que vai acontecer na luta de domingo. Porque às vezes, mesmo a gente ganhando a luta, pode acontecer uma lesão na mão, sabe lá o que vai acontecer. Tomara que dê tudo certo, e que não tenha lesão nenhuma, mas primeiro eu tenho que passar por esta luta. É uma luta que está muito em cima, também", ponderou.

Teixeira está no UFC desde 2012, tendo vencido dez combates e perdido quatro, um deles pelo título, contra Jon Jones, em 2014. Na carreira, o mineiro tem 27 triunfos e seis reveses. Gustafsson, por sua vez, já disputou o cinturão duas vezes, perdendo ambas: a primeira para Jones, em 2013, e a segunda para Daniel Cormier, em 2015.

Esporte