PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Cormier revela que Jon Jones usa assassinato de seu pai para provocá-lo

Daniel Cormier, durante entrevista coletiva - Jeff Bottari/Zuffa LLC/Zuffa LLC via Getty Images
Daniel Cormier, durante entrevista coletiva Imagem: Jeff Bottari/Zuffa LLC/Zuffa LLC via Getty Images

Ag. Fight

29/06/2018 12h37

Ex-capitão do time olímpico de wrestling dos EUA, Daniel Cormier também fez fama no MMA. Com 20 vitórias e apenas uma derrota no octógono, o norte-americano, de 40 anos, agora se prepara para disputar o cinturão dos pesos-pesados contra Stipe Miocic. E mesmo com a chance de cravar seu nome na história do esporte ao acumular dois títulos do evento simultaneamente, o veterano ainda encontra tempo para adicionar um capítulo à sua história com o arquirrival Jon Jones.

Durante coletiva de imprensa por telefone realizada na última quinta-feira (28), o veterano tocou em um assunto delicado. Ao relembrar das provocações constantes de 'Bones', que insiste em questionar "quem é o seu pai?", em alusão a um famoso jargão americano, Cormier garantiu que existe um significado profundo por trás dessas palavras. Afinal, seu pai foi assassinado em 1986, quando ele ainda era uma criança. História essa que é de conhecimento público.

"Toda vez que começamos a discutir, ele volta com esse papo de 'quem é seu pai?'. Ele não tentou se desculpar, e ele sabe exatamente o que ele está fazendo. Existe um sentido mais profundo quando ele diz isso. Tem um sentido por causa da história e porque ele teve aquela desnecessária ligação com o Dana me ligando para ele se desculpar por dizer algo sobre meu pai, o que ele sempre ignora quando começamos a discutir", narrou, se referindo à uma conversa permanecida em segredo até então.

Nas semanas anteriores ao primeiro confronto entre eles, Jones teria começado com as provocações de "quem é seu pai?", ato que teria gerado a intervenção do presidente do UFC. Ao ligar para Cormier e se desculpar por tocar em um tema tão delicado, o ex-campeão dos meio-pesados (93 kg) teria apenas ganho tempo para poder usar o mesmo argumento sempre que suas discussões se tornassem acaloradas novamente. E tal postura parece incomodar 'DC'.

"Acho que nesse ponto, quando um cara está inativo como o Jones, ele tenta certas coisas para se manter relevante. É fácil falar besteira sobre porque sempre me perguntam sobre isso. Vou lutar com o Stipe Miocic na próxima semana e a primeira pergunta é sobre o Jon Jones. Então eu respondo, ele escuta a resposta e isso dá a oportunidade para ele se recolocar em relevância", ironizou.

Aos 40 anos, Cormier fará a luta principal do UFC 226, na cidade de Las Vegas (EUA). Caso vença e se torne o quinto lutador a ser campeão em duas categorias de peso diferentes, DC já revelou que teria apenas mais duas lutas em mente antes de se aposentar. Uma nova superluta com o ex-campeão dos pesados Brock Lesnar e, claro, o capítulo final da trilogia com Jon Jones - 'Bones' venceu o primeiro confronto por pontos e nocauteou o wrestler no segundo, mas foi flagrado em um exame antidoping e viu o resultado ser anulado.

Esporte