PUBLICIDADE
Topo

MMA


MMA

Lutador acusa transmissão do UFC de 'torcer' para adversário

Ag. Fight

30/04/2018 14h18

O italiano Marvin Vettori saiu indignado do octógono no UFC Atlantic City, no último dia 21, após perder para Israel Adesanya ? uma das principais revelações do MMA na atualidade. Mais de uma semana depois, porém, parece que a irritação ainda não passou. Em entrevista ao site 'Sherdog', o peso-médio (84 kg) acusou a transmissão oficial do UFC de ser parcial em favor do seu adversário.

Vettori afirmou que analisou as imagens depois do combate e teve ainda mais certeza de que venceu o primeiro e o terceiro assaltos. "Tive um bom desempenho. Acho que venci a luta. Eu revi o primeiro round pelo menos dez vezes, e aquele round foi meu. Ele não pôde fazer nada. Eu o anulei. Ele só soltou alguns jabs e chutes baixos por dentro, mas ele errou bastante. Ele não aceitou a guerra em nenhum momento, devido ao estilo de luta dele. Parece para mim que as estatísticas não foram tão precisas. Ele praticamente não me acertou. O segundo round foi mais para ele, mas no terceiro eu o coloquei para baixo e controlei a luta até o fim", disse.

Segundo o italiano, o trio da transmissão oficial do Ultimate ? formado pelo narrador Jon Anik e pelos comentaristas Daniel Cormier e Dominick Cruz, ambos lutadores em atividade ? pareciam torcer pelo nigeriano naturalizado neozelandês. "Os comentaristas do UFC foram um absurdo. Eles começaram a exagerar imediatamente os golpes . Era como se todos dessem como certo que eu perderia diante do novo prodígio do UFC. Vim para a luta pronto para vencer. Não estava com medo dele ou do striking dele. Você viu. Ele não conseguiu fazer o que faz de melhor. Eu não deixei", declarou.

"As imagens da Fox também fizeram parecer como se eu tivesse pedido interrupção depois de receber uma cotovelada. Não foi isso: eu estava chamando a atenção do árbitro porque Adesanya estava colocando o dedo em meus olhos. Você pode ver ele colocando a mão no meu rosto antes de dar a cotovelada. Eu não estava me queixando da cotovelada, nem foi um golpe duro", completou Vettori.

Marvin ainda comparou Adesanya com Jon Jones, mas não pelos motivos habituais. O italiano afirmou que o próprio adversário parecia reconhecer a derrota, mas agiu de maneira controversa assim que foi entrevistado. Esta postura, segundo Vettori, faz com que Israel lembre Jon Jones.

"Não estou incomodado com o trash talk. O trash talking também é parte da minha atitude. O que me incomoda é que ele é duas-caras. Ele é hipócrita. No fim da luta, ele estava convencido de que havia perdido e me falou algo como 'Vamos nos encontrar novamente'. Ele ficou surpreso quando percebeu que tinha vencido. É possível ver isso no vídeo. Adesanya foi de triste com a derrota a falando m**** na frente das câmeras. Ele é mentiroso. É um mentiroso duas-caras. Muita gente o compara com Jon Jones. Ele não tem nada do estilo, mas lembra muito Jones em seu comportamento", declarou.

Vettori tem duas vitórias, duas derrotas e um empate no Ultimate. O italiano derrotou Alberto Uda e Vitor Miranda, empatou com Omari Akhmedov e perdeu para Antônio Cara de Sapato e Adesanya.

MMA