PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Brian Ortega critica 'imitadores de McGregor': "Estão forçando"

Ag. Fight

26/04/2018 18h28

Se dentro do octógono Conor McGregor deixa marcas em quem enfrenta, fora ele também causa impacto. E o efeito mais visível disso é a mudança de postura de muitos lutadores, que passaram a adotar o trash talk e um comportamento bem mais agressivo. Para Brian Ortega, futuro desafiante do peso-pena (66 kg), a mudança de atitude é forçada e artificial.

"Só existe um Conor. Todos os outros que estão tentando imitá-lo, você facilmente pode perceber que estão forçando. Pelo jeito que eles vão lá, 'calem a boca'... Eu sou eu, apenas eu. Isso que eu percebi nesse esporte, que essa seria a melhor coisa para mim. Muitas pessoas dizem que você tem que encarnar um personagem, etc. Mas o meu treinador me disse: 'Que se dane isso, seja você, você não precisa mentir para ninguém, não precisa fingir nada'. Você não pode sair errado quando você está sendo você. Estou feliz de ter feito essa escolha. Se eu estiver furioso, estou legitimamente furioso. Isso ainda não aconteceu", declarou 'T-City' em entrevista coletiva em Las Vegas, da qual a Ag. Fight participou.

Recentemente, as posturas de Colby Covington em frente às câmeras e microfones têm ganhado notoriedade ? seja xingando torcedores, brigando com outros atletas ou provocando torcedores por meio das redes sociais. Mas 'Chaos' não é o único que tem se soltado mais ? de maneira natural ou não. O próprio Ortega tem sido alvo de algumas das declarações ácidas do campeão dos penas, Max Holloway.

Além disso, somente nesta semana, duas discussões via Twitter ganharam as manchetes do MMA mundo afora: a do peso leve (70 kg) Tony Ferguson com Al Iaquinta e a do campeão dos meio-pesados, Daniel Cormier, com Alexander Gustafsson, que teve até uma participação inesperada de Jon Jones.

Esporte