PUBLICIDADE
Topo

MMA


MMA

Michelle Waterson revela como tragédia familiar ajudou volta por cima

Michelle Waterson acerta soco em Paige VanZant no UFC Sacramento - Jeff Chiu/AP
Michelle Waterson acerta soco em Paige VanZant no UFC Sacramento Imagem: Jeff Chiu/AP

20/04/2018 07h00

Com toda a certeza, o ano de 2017 não traz boas lembranças a Michelle Waterson. Muito pelo contrário. Nas duas vezes que subiu no octógono naquela temporada, contra Rose Namajunas e Tecia Torres, respectivamente, a peso-palha (52 kg) saiu derrotada do cage. Mas, o pior de tudo aconteceu fora dos ringues: o sogro da atleta sofreu um grave acidente e ficou paralisado. E foi durante esse duro período que a atleta conseguiu forças para dar a volta por cima na carreira.

Durante uma entrevista no programa 'The MMA Hour' na última segunda-feira (16), Michelle contou que, após o seu sogro sofrer o acidente, ela e o marido acolheram o seu filho menor. E, de acordo com a atleta, as mudanças ocasionadas pela tragédia mexeram na vida de todos da família.

"Nós estávamos no processo de comprar uma casa nova. E no meio desse processo o meu sogro sofreu um grave acidente de carro que deixou ele paralisado. O Josh tem um irmão mais novo de 12 anos e, com o seu pai no hospital, a sua vida mudou em uma fração de segundo. Então, para ajudar a sua mãe, nós acolhemos o seu irmãozinho", contou.

"Isso aconteceu no início do ano letivo para ele e foi uma grande transição para ele, para nós e para os seus pais. Foi duro de aceitar. Quando você está em um camp, você tem a tendência e a necessidade de se tornar egoísta para conseguir deixar sua mente no estado certo para a luta", continuou, antes de revelar que, ao ver seu sogro paralisado no hospital, ela passou a enxergar as coisas de maneira diferente e isso ajudou a lhe tornar uma lutadora mais forte.

"De manhã, quando eu acordo e vou fazer uma corrida, eu tenho a habilidade de poder sair da cama e correr. Enquanto isso o meu sogro não consegue nem coçar o nariz se ele quiser. Ele está preso no hospital. Essas coisas que me fizeram refletir e olhar a vida de forma diferente", afirmou.

Depois de um ano difícil e duas derrotas consecutivas, Michelle voltou a pisar no octógono no último sábado quando derrotou Cortney Casey no UFC On FOX 29, evento realizado em Glendale (EUA). Aos 32 anos de idade, a americana coleciona na carreira um cartel com 15 triunfos e seis reveses.

MMA