PUBLICIDADE
Topo

MMA


MMA

Na pior fase da carreira, 'Barão' é dominado e perde mais uma no UFC

Ag. Fight

24/02/2018 22h06

A situação de Renan 'Barão' no maior torneio de MMA do mundo se complicou de vez neste sábado (24). O ex-campeão dos galos (61 kg) perdeu para Brian Kelleher na última luta do card preliminar do UFC Orlando e chegou ao quarto resultado negativo das últimas cinco vezes em que pisou no octógono. Antes dele, Rani Yahya fez bonito e finalizou o americano Russell Doane no terceiro round.

Barão começou trabalhando os chutes baixos na perna esquerda do americano. A estratégia parecia funcionar até a metade do primeiro round, quando Kelleher atingiu o primeiro bom cruzado de direita e balançou o brasileiro. No minuto final do assalto inicial, o ex-campeão chegou a se desequilibrar e quase foi a knockdown com mais um golpe de direita vindo do rival, que foi melhor nos cinco minutos iniciais.

O round seguinte foi bem truncado. Com os dois atletas invertendo posições favoráveis na grade, o jogo de clinch não favoreceu Barão, que também foi menos efetivo na trocação durante os raros momentos em que o duelo não ficou escorado no octógono.

Nos últimos cinco minutos, sabendo que estava atrás na contagem, Barão foi mais agressivo. A luta ganhou em emoção principalmente nos segundo finais, quando os atletas foram para a trocação franca e Kelleher ficou muito próximo de nocautear o ex-campeão. Salvo do nocaute pelo gongo, o brasileiro não teve a mesma sorte nas mãos dos juízes e conheceu mais uma derrota.

Antes de deixar o octógono, Kelleher aproveitou a oportunidade para desafiar outro brasileiro e prometeu voltar logo ao cage. "Vim aqui para ficar. John Lineker, vamos lá. Eu vou colocar o seu dente no lugar. Daqui a dois meses", disse o americano.

Aula de jiu-jitsu e homenagem

Quem chegou cedo a Amway Center teve o privilégio de assistir a uma aula de jiu-jitsu ministrada por Rani Yahya. Especialista na Arte Suave, o brasiliense não tomou conhecimento de Russell Doane e finalizou o americano no terceiro round depois de demonstrar muita técnica. Na entrevista após o duelo, ainda no octógono, o emocionado brasileiro relembrou o fato de ter perdido a sua mãe na véspera do combate, o que tornou sua preparação especialmente dolorosa e complicada.

"Quero falar uma coisa importante. Mãe, onde quer que você esteja, eu te amo. Obrigado por tudo, por tudo. É um momento difícil para mim. Perdi minha mãe há alguns dias e tive que parar o meu camp para me despedir dela. Ela era a minha maior fã e amaria me ver aqui. Era a maior incentivadora do meu trabalho", desabafou o emocionado atleta.

A luta começou com o brasiliense colocando para baixo com facilidade e ficando quase quatro minutos por cima do americano. Yahya parecia muito próximo de uma finalização pegando pela cervical do adversário, mas Doane resistiu e o duelo voltou a ficar em pé depois que o brasileiro acertou golpes ilegais na coluna do oponente.

O segundo assalto seguiu com o mesmo script e, com menos de 30 segundos, o brasileiro já tinha colocado o duelo no chão e fez o movimento para pegar as costas de Doane. 'Mochilando' em cima do americano, Rani Yhaya se manteve nessa posição até o fim do round.

E a aula de jiu-jitsu do brasileiro terminou no terceiro assalto. Depois de sofrer a queda desta vez, Rani fez a raspagem e trabalhou com tranquilidade até encaixar o katagatame e obrigar o americano a dar os três tapinhas em sinal de desistência. Atuação exuberante do brasiliense.

CARD PRELIMINAR

Brian Kelleher venceu Renan Barão por decisão unânime dos juízes laterais;
Marion Reneau venceu Sara McMann por finalização (triângulo) no segundo round;
Angela Hill venceu Maryna Moroz por decisão unânime dos juízes laterais;
Alan Jouban venceu Ben Saunders por nocaute no segundo round;
Sam Alvey venceu Marcin Prachnio por nocaute no primeiro round;
Rani Yahya venceu Russell Doane por finalização (katagatame) no terceiro round;
Alex Perez venceu Eric Shelton por decisão unânime dos juízes laterais;
Manny Bermudez venceu Albert Morales por finalização (guilhotina) no segundo round.

MMA