PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Empresário abre portas para possível retorno de Brock Lesnar ao UFC

Ag. Fight

22/02/2018 15h04

A última atuação de Brock Lesnar no UFC aconteceu em julho de 2016. Após ter vencido por decisão unânime dos juízes laterais, o ex-campeão dos pesos-pesados testou positivo para o uso de esteroides no exame antidoping e pendurou as luvas durante a suspensão aplicada pela USADA. Apesar da aposentadoria, o empresário do americano não descarta uma nova aparição do ex-lutador no octógono.

Há algumas semanas, Dana White já havia revelado que as portas do UFC continuavam abertas para Lesnar. Mesmo sem que haja uma negociação concreta, Paul Heyman garantiu, em entrevista ao site 'TMZ Sports', que o ex-campeão tem poder suficiente para fazer o que quiser e, caso volte a atuar, estaria em melhor forma que muitos atletas que ainda estão ativos, mesmo aos 40 anos.

"Brock Lesnar faz o que Brock Lesnar quiser. Se ele quiser lutar no UFC, ele vai lutar no UFC. Se ele quiser lutar na WWE, ele vai lutar na WWE. Brock Lesnar faz o que ele quer fazer. O tempo faz ele melhor, na verdade. Porque seu corpo é feito de aço. O problema com os lutadores do UFC é que eles são todos de grande nível, fantásticos, mas eles deixam seus corpos se desgastarem no camp, eles cortam peso e destroem seus corpos", revelou o empresário.

Lesnar ficou famoso depois de atuar na maior liga de telecatch do mundo e construir uma carreira de nove anos no MMA. Caso o americano decida lutar profissionalmente de novo, ele precisaria ser submetido a exames feitos pela USADA por pelo menos seis meses antes de estar apto a retornar ao octógono.

Esporte