PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Yoel Romero garante que UFC lhe confirmou chance de lutar pelo cinturão

Ag. Fight

21/02/2018 15h52

Mesmo sem ter batido o peso para a luta principal do UFC 221 - evento que aconteceu no último dia 10 de fevereiro, em Perth (Austrália) -, Yoel Romero ouviu seu nome ser apontado como próximo desafiante em uma disputa de cinturão. Depois de algumas semanas do seu nocaute em Luke Rockhold, o cubano confirmou que o Ultimate oficializou, ao menos para ele, sua disputa com Robert Whittaker.

Na véspera da edição 221 do show, Romero ficou mais de um quilo acima do máximo permitido na categoria peso-médio (84 kg) e perdeu a oportunidade de conquistar o cinturão interino, mesmo com a vitória. Apesar do contato com o UFC, o cubano explicou que ainda precisa aguardar a recuperação do atual campeão que, não pôde enfrentar Rockhold por sofrer de uma grave infecção.

"Sim, já falaram comigo. Não tenho ideia de quando vamos nos enfrentar. Talvez em julho? Não sei quando. Ele está doente, não está se sentindo bem. Ele está mal. Oro por ele. Estou esperando, estou esperando por ele", revelou o atleta em conversa com o programa 'MMA Hour'.

Caso essa disputa de cinturão realmente saia do papel, Romero e o australiano se enfrentarão pela segunda vez. No primeiro encontro entre os lutadores, em julho do ano passado, Whittaker venceu por decisão unânime dos jurados após cinco rounds equilibrados que lhe renderam o título interino da divisão.

Meses depois, Georges St-Pierre conquistou o cinturão linear ao finalizar Michael Bisping e posteriormente abandonou o posto alegando problemas de saúde. Dessa forma, o australiano foi automaticamente 'promovido'.

Esporte