PUBLICIDADE
Topo

MMA


MMA

Lutador do UFC ironiza árbitro brasileiro após derrota por nocaute; entenda

Árbitro do UFC, Mario Yamasaki vem recebendo muitas críticas - Ethan Miller/Getty Images
Árbitro do UFC, Mario Yamasaki vem recebendo muitas críticas Imagem: Ethan Miller/Getty Images

Ag. Fight

19/02/2018 15h16

O duelo principal do UFC Austin, evento realizado no último domingo (18), sobrou no quesito emoção. Franco atiradores, Donald Cerrone e Yancy Medeiros trocaram golpes durante os quase cinco minutos de ação que terminou com vitória do 'Caubói' quando faltavam dois segundos para o final do assalto inicial. Sem reclamar da paralisação do confronto, o atleta derrotado apenas ironizou.

Questionado sobre a possibilidade da luta não ter sido interrompida naquele momento, Medeiros brincou e levantou a possibilidade de ter sido poupado caso o árbitro da disputa fosse o brasileiro Mário Yamasaki - constantemente acusado por Dana White de demorar para interromper as disputas.

"Ele me pegou com uma boa mão direita faltando dois segundos. Me machucou, e pararam. Eu senti que poderia continuar, mas ele não sentiu dessa forma. Temos uma piada interna com meu time: 'Droga, onde estava Mario quando você precisa dele?", brincou durante conversa com o site 'MMA Junkie' após o show.

Apesar de garantir que estava em condições de seguir competindo, o meio-médio (77 kg) havaiano deixou claro que não questiona a decisão do árbitro central Herb Dean, que julgou que sua saúde estaria em risco caso o confronto seguisse em ação.

"Obviamente, sei que o árbitro está lá para garantir a nossa segurança. Obviamente o Herb Dean não achava que eu estava a salvo, ou salvo o suficiente para continuar. É com ele. Tenho que aprender e fazer ajustes, mas estarei de volta. Tirou o chapéu para o Caubói", narrou.

MMA