PUBLICIDADE
Topo

MMA


MMA

Treinador de McGregor sugere que ideia de trilogia com Diaz seja adiada

Conor McGregor x Nate Diaz - Steve Marcus/AFP
Conor McGregor x Nate Diaz Imagem: Steve Marcus/AFP

16/02/2018 14h01

Sem voltar ao octógono desde a conquista do cinturão dos pesos-leves (70 kg), Conor McGregor corre o risco de perder o seu posto de campeão linear da categoria. Com o duelo entre Khabib Nurmagomedov e Tony Ferguson marcado para a luta principal do UFC 223 - evento que acontecerá em abril -, o irlandês precisará cumprir com os seus compromissos na maior organização de MMA do mundo para não ser destituído. E, na opinião de um dos seus treinadores, isso implica que o "Notorious" deixe a ideia da trilogia com Nate Diaz de lado.

As duas últimas lutas de Diaz no UFC aconteceram em 2016, ambas contra o irlandês. Depois disso, o americano se afastou e não voltou a subir no octógono. O que, para John Kavanagh, é determinante para que a trilogia com seu pupilo não aconteça imediatamente. O treinador principal de McGregor opinou que os fãs estão mais interessados em um duelo do campeão linear dos leves com o vencedor da luta principal do UFC 223, o que deve ser a prioridade do lutador.

"Conor teve uma luta de MMA e uma de boxe, e não temos visto Nate desde então. Imagino que os fãs prefiram ver Khabib ou Tony do que o Nate, pelo mesmo motivo que a gente prefere: Nate não se manteve ocupado. Então, não acho que seja certo que a trilogia aconteça antes da unificação, porque Conor, Khabib e Tony se mantiveram ocupados, enquanto o Nate, não", analisou o treinador.

"Nate deveria ter mais alguma luta nesse meio tempo. Ele contra Woodley... Ouvi que existem os rumores,  ou ele contra um bom peso-leve. Se os deuses do MMA sorrirem, vai ser uma vitória para ele. Conor bate no vencedor de Khabib x Tony e então teremos essa incrível superluta para a véspera de Ano Novo".

O primeiro encontro entre McGregor e Diaz terminou com uma finalização do americano, em março de 2016. Em agosto do mesmo ano, o irlandês venceu a sua revanche por decisão dividida dos juízes laterais. Depois disso, Notorious voltou ao octógono mais uma vez e conquistou o cinturão dos leves, se tornando o único lutador a possuir dois títulos de divisões diferentes simultaneamente, mesmo que por pouco tempo.

MMA