PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Michael Bisping provoca Chris Weidman sobre pedido por disputa de cinturão

Bisping ironizou o desejo de Weidman de ser o próximo desafiante de Whittaker - John Phillips/Getty Images
Bisping ironizou o desejo de Weidman de ser o próximo desafiante de Whittaker Imagem: John Phillips/Getty Images

16/02/2018 14h18

Antes mesmo da luta principal no UFC 221 - evento ocorrido nesse sábado (10), em Perth (Austrália) - entre Yoel Romero e Luke Rockhold acontecer, um ex-campeão dos pesos-médios (84 kg) já vinha pedindo por uma oportunidade para disputar o cinturão. Para Chris Weidman, o próximo a enfrentar Robert Whittaker deveria ser ele mesmo. Contudo, essa opinião não parece ser unânime.

Em suas últimas quatro lutas, o americano foi nocauteado em três oportunidades, o que, ao menos para Michael Bisping, é motivo suficiente para considerar o que Weidman declarou como "hilário". Em entrevista ao seu próprio podcast 'Believe You Me', o inglês garantiu que o ex-campeão não cumpre os requisitos para ser o próximo desafiante de Whittaker.

"Sabe o que é engraçado? Chris Weidman. Ele está falando que deveria ser o próximo em uma disputa de cinturão. Acho hilário isso. Não quero ser um filho da p*** com Chris Weidman, mas você foi nocauteado em três das suas últimas quatro lutas. Não acho que isso te classifica para uma disputa de cinturão", provocou o inglês.

No quarto lugar do ranking oficial dos médios, Weidman não foi considerado para a primeira defesa de cinturão de Whittaker. Logo depois do nocaute aplicado por Romero no UFC 221, Dana White revelou os seus planos para que o cubano dispute o título com o atual campeão. O que deve acontecer assim que o australiano estiver curado de uma grave infecção.

Esporte