PUBLICIDADE
Topo

MMA


MMA

Ronaldo Jacaré condena atitude de Romero: "Não bateu peso porque não quis"

Streeter Lecka/Getty Images/AFP
Imagem: Streeter Lecka/Getty Images/AFP

Diego Ribas, em Las Vegas (EUA)

Ag. Fight

16/02/2018 08h00

Realizado no último final de semana, o card do UFC 221 contou com a disputa entre Luke Rockhold e Yoel Romero, válida pelo cinturão interino dos pesos-médios (84 kg), como atração principal da noite. No entanto, como o cubano não bateu o peso correto, sua vitória não lhe rendeu o título, embora seu nome, mesmo assim, tenha sido confirmado como o de próximo desafiante ao posto hoje ocupado por Robert Whittaker. E isso ainda dá o que falar.

Número dois do ranking oficial do UFC, o brasileiro Ronaldo "Jacaré", que está atrás apenas de Romero e de Whittaker, atual campeão interino, condenou a postura do cubano durante a pesagem oficial. Em sua análise, o wrestler não cortou as pouco mais de três libras excedentes de propósito para chegar na hora do combate com mais energia e poder de fogo.

"Ele não bateu o peso porque não quis. Sou lutador e sei. Se você vir o Rockhold, dá para ver que ele sofreu muito para bater o peso. Tem que bater o peso. Um cara do porte do Romero pode ser chamado duas semanas antes que ele bate o peso. O Luke estava seco, seco, e bateu. O Romero estava bem, disse que ia para a sauna bater o peso, mas não foi. Ele mentiu", disse durante conversa com a Ag. Fight.

A insatisfação de Jacaré quanto ao âmbito esportivo pode ganhar coro junto a outros atletas. Afinal, em duelos válidos por algum cinturão não contam com uma libra de tolerância, e é sabido que as últimas gramas cortadas logo antes da pesagem são as mais difíceis e dolorosas para o corpo do atleta. Ao não passar por esse processo e iniciar sua reidratação já mais pesado do que deveria, Romero teve seu caminho aliviado no dia anterior ao combate.

"Tenho certeza que o Luke daria todo o dinheiro da bolsa dele para poder pesar 1,5 kg acima em luta valendo cinturão. Eu daria. Faz muita diferença. O estresse que o Rockhold teve... Ele não bateu o peso porque sabia que se ganhasse ele lutaria com o campeão mesmo assim. Me coloquei no lugar do Luke e fiquei frustrado", garantiu.

Vale lembrar, no entanto, que Romero foi chamado de última hora para a competição para substituir o lesionado Whittaker, campeão linear que se retirou do card quatro semanas antes do confronto. Este período, apesar de não ser o ideal para que os atletas se preparem para um combate, seria, na visão de Jacaré, mais do que o suficiente para que o cubano, que nunca havia falhado na balança até então, cortasse o peso necessário.

"Eu não tenho amizade com nenhum dos dois, mas me coloquei no lugar dele e fiquei chateado. É muito peso. O Luke estava seco, e ele é muito alto e forte para essa categoria. Como ele bateu e o baixinho não bateu? Não bateu porque não quis. Você olha e vê que ele estava inteiro. O Luke estava roco de tanto perder peso. Foi dar entrevista e parecia um fumante, todo quebrado", finalizou.

MMA