PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Max Holloway questiona motivação de José Aldo para revanche no UFC 218

Ag. Fight

22/11/2017 15h33

José Aldo está prestes a ter a sua revanche com Max Holloway pelo cinturão dos penas (66 kg), na luta principal do UFC 218, evento que acontecerá no próximo dia 2 de dezembro, em Detroit (EUA). E, por isso, o brasileiro garantiu que está motivado para a sua nova chance de se tornar o campeão da sua categoria. No entanto, a afirmação causou estranhamento no americano em função do último confronto entre eles.

A primeira vez que os atletas se encontraram no octógono foi em junho passado, quando Holloway nocauteou o brasileiro e unificou os cinturões da categoria. Nesse confronto, o Aldo possuía o título linear e lutava no Rio de Janeiro, palco do UFC 212, o que, na visão do americano, já deveria ter lhe garantido a motivação necessária.

"Esse cara está falando sobre motivação, de como ele está motivado para o cinturão. Eu não tenho ideia do porquê as pessoas falam sobre motivação. Ele estava lutando na sua cidade, como campeão. E para ele falar sobre motivação, que ele está motivado agora, então lutar no seu país, na frente do seu povo, pelo cinturão, não foi motivação suficiente? O que está acontecendo?", indagou o atual campeão.

"Eu estou motivado. O cinturão é ótimo. Sabe o que vem com ele? Pagamentos melhores, pay-per-views e mais um monte de coisa. Mas um cinturão é um cinturão e uma luta é uma luta. Eu não quero ir lá e apanhar, apanhar na frente de milhões de pessoas que estarão assistindo em casa. Eu posso lutar com esse cara dez vezes seguidas, eu estarei motivado. Eu sou assim".

O desafiante original para esse duelo seria Frankie Edgar que se lesionou e, por isso, precisou abandonar o evento. Para "tapar esse buraco", Aldo foi escolhido para fazer a sua revanche e, com isso, tem a chance de se tornar o campeão dos penas pela terceira vez em sua carreira.

Esporte