PUBLICIDADE
Topo

MMA


MMA

Bisping sobre Anderson Silva pego no antidoping: "Destruiu seu legado"

Minas Panagiotakis/Getty Images
Imagem: Minas Panagiotakis/Getty Images

Ag. Fight

16/11/2017 12h24

 

O UFC Xangai teve uma mudança de última hora. Depois que Anderson Silva testou positivo em um exame antidoping surpresa da USADA (agência de antidopagem americana), o brasileiro foi substituído na luta principal do evento por Michael Bisping, que perdeu o cinturão dos médios (84 kg) no último dia 4 de novembro, na edição 217 do show. Enquanto se prepara para retornar ao octógono, o inglês aproveitou para criticar 'Spider'.

Durante conversa com jornalistas antes do evento, Bisping relembrou que esta não é a primeira vez que o brasileiro tem problemas com exames antidoping. Além disso, o ex-campeão da categoria peso-médio acredita que esse episódio recente é o suficiente para destruir tudo o que Anderson Silva construiu durante sua carreira vitoriosa.

"Isso destruiu o legado dele completamente, na minha opinião. Existem muitas pessoas que tem memórias de curto prazo e eles vão se lembrar das suas performances. As performances de Anderson Silva foram ótimas. Mas se você testa positivo duas vezes para esteroides, na primeira você pode tentar se inocentar, mas na segunda o buraco é mais embaixo. O cara foi um trapaceiro e isso é uma vergonha. É realmente decepcionante. Eu era um grande fã do Anderson Silva. É extremamente decepcionante e uma mancha para o esporte", atacou o inglês.

Bisping se prepara para enfrentar Kelvin Gastelum no 'main event' do UFC Xangai. Sem muito tempo para se preparar ou analisar o rival, o ex-campeão acredita que terá um grande desafio pela frente. Isso porque, na sua visão, qualquer atleta que esteja se preparando para encarar Anderson Silva deve estar muito bem condicionado.

"Sem dúvidas que o Kelvin incrementou o seu jogo e vamos ver uma ótima versão dele. Ele lutaria com Anderson Silva, e todo mundo melhora quando vai lutar com Anderson Silva. Então, eu não espero uma luta fácil. Kelvin é um cara duro. Um ótimo lutador. Ele tem um boxe excelente, é forte e tem um bom wrestling. Ele está em forma e sempre melhora. Eu não estou esperando nenhum resultado fácil, pelo contrário, mas isso é o que fazemos. Não existem lutas fáceis. Somos todos grandes, machos alfas que são treinados em artes marciais, então que o melhor homem vença na China", analisou o ex-campeão dos médios.

A última atuação de Bisping foi no UFC 217 contra Georges St-Pierre. Neste confronto, o inglês acabou finalizado no terceiro round, o que resultou na perda do cinturão da categoria. Se preparando para retornar ao octógono apenas três semanas depois do revés, o inglês ainda deve realizar mais uma luta antes de encerrar a sua carreira.

MMA