PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Demian minimiza polêmica envolvendo seu adversário: "Me respeita"

Felipe Castello Branco e Marcel Alcântara, em São Paulo (SP)

Ag. Fight

29/10/2017 06h00

A derrota de Demian Maia para Colby Covington no UFC São Paulo, evento realizado na madrugada desse sábado (28) no ginásio do Ibirapuera, foi marcada pelo clima hostil entre o americano e a torcida brasileiro. No entanto, se por um lado o público presente na arena ficou indignado (veja abaixo ou clique aqui) com a postura do atleta visitante - que não mediu palavras para provocar os fãs durante sua entrevista logo após o combate - o mesmo não se pode dizer especialista em jiu-jitsu.

Durante a coletiva de imprensa realizada após o término do evento, Demian deixou claro que Colby fez questão de lhe garantir, antes mesmo da luta, que estava dando declarações polêmicas e provocantes apenas para promover o combate, seguindo a cartilha atual de 'estilo Conor McGregor'.

"Desde o começo, ele disse para mim que estava apenas promovendo a luta. Ele disse que me respeita, que eu sou um grande atleta e que estava fazendo isso apenas para promoção da luta. Eu não gosto desse estilo, mas cada um tem o seu. O que importa é que ele foi respeitoso comigo. Então, não tem problema algum", contou o paulista.

Consciente de que, atualmente, muitos atletas optam por promover suas lutas provocando seus adversários, Demian ponderou que esse é um caminho perigoso. Afinal de contas, a partir do momento em que as vitórias não aparecem, você pode acabar taxado como um atleta que 'fala mais do que faz'.

"Eu sou lutador, mas acho que os lutadores, em sua maioria, não são as pessoas mais esclarecidas do mundo. Existe uma linha tênue entre você destruir sua imagem e promover uma luta. Esse estilo McGregor é complicado, porque quando você está ganhando, dá certo. Mas quando você perde, as coisas podem mudar", analisou.

O resultado contra Colby marcou a segunda derrota consecutiva de Demian. Em julho passado, o brasileiro disputou o cinturão dos meio-médios (77 kg) e foi superado por Tyron Woodley.

Esporte