PUBLICIDADE
Topo

MMA


MMA

Dos Anjos mira cinturão dos meio-médios, mas pondera: "Tem gente à frente"

AFP PHOTO / Roslan
Imagem: AFP PHOTO / Roslan

Ag. Fight

18/06/2017 06h01

 

Rafael dos Anjos estreou com o pé direito na divisão dos meio-médios (77 kg) nesse sábado (17) ao vencer Tarec Saffiedine, atual número 10 do ranking, no card principal do UFC Singapura. Ex-campeão dos leves (70 kg), o brasileiro conseguiu sentir pela primeira vez como é atuar sem fazer cortes drásticos de peso e ficou tão contente com o seu desempenho que até mesmo o cinturão já passou a entrar no seu horizonte.

O triunfo veio após três rounds bem disputados e que puderam dar a RDA a exata noção de como é encarar um atleta bom tecnicamente, bem ranqueado e razoavelmente mais alto (5 cm). O resultado não poderia ter sido melhor e, na coletiva de imprensa após o evento, o brasileiro já teve que responder perguntas referentes a uma possível disputa de título.

"Primeira luta nos meio-médios e bati um top 10*, mas falar sobre cinturão… Eu sei que tem muitos caras na minha frente. Então é ir com calma, não correr e passo a passo. Sempre no meu objetivo. Eu quero esse cinturão um dia, mas passo a passo", ponderou o ex-campeão dos leves.

Falando sobre como foi o seu corte de peso, Dos Anjos garantiu que o processo foi bem mais tranquilo, apesar de ainda ter que tirar bastante. E, como teve que se desgastar menos antes do combate, o brasileiro se sentiu mais leve e rápido na hora de subir no octógono.

"Não foi nem perto do que eu passava para chegar aos 70 kg. Não posso dizer que foi fácil, mas comparando com o dos 70 kg, sim, foi fácil. Eu estava bem leve. Hoje eu estava com 81,6 kg e me sentindo leve e rápido. Era isso que eu procurava. Minha saúde conta em primeiro lugar. Me senti bem hoje à noite e estou muito feliz com a vitória", comemorou Rafael dos Anjos, antes de admitir que ainda precisa fazer ponderações em seu plano de carreira. "Ainda sinto que tenho fazer alguns ajustes e eu farei isso. Tecnicamente e tudo mais, mas vou fazer esses ajustes e ser um lutador melhor nos meio-médio".

Dos Anjos não vencia uma luta desde dezembro de 2015, quando nocauteou Donald Cerrone. Depois disso, o brasileiro perdeu seu cinturão para Eddie Alvarez e também foi derrotado por Tony Ferguson.

MMA