Osaka quer disputar Jogos Olímpicos de Paris e vencer mais Grand Slams

A tenista japonesa Naomi Osaka, ex-número 1 mundial, afastada do circuito há mais de um ano, mostrou nesta sexta-feira (8) a ambição de voltar ao seu mais alto nível em 2024, participando dos Jogos Olímpicos de Paris e conquistando mais títulos de Grand Slam. 

"Tenho claro que quero ganhar outros títulos de Grand Slam, colocando, suponho, a ênfase em Roland Garros e Wimbledon (os dois 'majors' que ela ainda não conquistou), e também participar dos Jogos Olímpicos de Paris", disse Osaka, de 26 anos, à rede de televisão japonesa NHK.

A japonesa admitiu estar ao mesmo tempo "nervosa", "feliz e impaciente" com a ideia do seu regresso às quadras, que acontecerá no torneio WTA 500, em Brisbane, na Austrália, no final de dezembro, a uma semana do início do primeiro Grand Slam do ano, em Melbourne. 

Osaka também explicou a intenção de desenvolver seu jogo. "Durante o primeiro capítulo da minha carreira, de alguma forma consegui ser eu mesma, jogando por instinto. Hoje, acho que quero ser alguém que entende muito melhor o jogo", explicou ela. 

Vencedora de quatro títulos de Grand Slam, entre 2018 e 2021, a japonesa foi número 1 do mundo em 2019. Ela também foi a escolhida para acender a pira olímpica nos Jogos de Tóquio, em 2021. 

Mas depois enfrentou problemas relacionados à saúde mental e decidiu priorizar sua vida privada. Ela teve seu primeiro filho em julho passado. Afastada do circuito desde 2022, Naomi Osaka caiu para abaixo da 600ª colocação no ranking da WTA.

amk/pst/gk/smr/iga/acc/aam/fp

© Agence France-Presse

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes