Manchester City vence Leipzig (3-2) de virada e avança como 1º do Grupo G na Champions

O Manchester City, que perdia por dois gols no intervalo, virou e acabou vencendo o Leipzig por 3 a 2 nesta terça-feira (28), resultado que garante aos 'Citizens' de Pep Guardiola a liderança do grupo G da Liga dos Campeões antes da última rodada da fase de grupos. 

O atual campeão europeu, surpreendido por dois gols do atacante belga Loïs Openda no primeiro tempo (13' e 33'), virou com o norueguês Erling Haaland (54'), Phil Foden (70') e o argentino Julián Álvarez (87').

"A primeira etapa foi a pior que já vi da nossa parte. A coragem e a motivação mudaram o jogo. Esta equipe tem uma ótima mentalidade e dá gosto de ver", disse Foden em entrevista à TNT Sports após o jogo.

Os atuais campeões estavam a caminho de sua primeira derrota europeia no Etihad Stadium desde 2018, quando Openda aproveitou falhas da defesa para marcar seus dois gols.

O City venceu 27 dos últimos 29 jogos em casa na Liga dos Campeões desde a última derrota.

Mas Guardiola desceu pelo túnel no intervalo balançando a cabeça com o que viu dos atuais campeões. 

O City dominou a posse de bola e o território, mas foi surpreendido por dois momentos de descuido dos normalmente confiáveis Manuel Akanji e Ruben Dias.

No segundo tempo, Álvarez tocou para Foden, que deu uma assistência para Haaland marcar seu 40º gol na Liga dos Campeões em apenas 35 jogos (54'). 

A 20 minutos do final, Foden recebeu um passe de Josep Gvardiol na entrada da área e empatou.

Continua após a publicidade

E o City teve a palavra final quando Doku encontrou Foden na linha de fundo e seu cruzamento rasteiro foi dominado e finalizado por Álvarez, que marcou seu quarto gol em quatro partidas na Liga dos Campeões nesta temporada. 

Guardiola elogiou Doku e os artilheiros do dia: "Jeremy mudou o ritmo do nosso jogo", disse ele. "Phil, Julian e Erling têm uma noção incrível de (como marcar) gols".

O Leipzig já havia garantido a vaga nas oitavas de final, mas agora corre o risco de enfrentar adversários mais complicados como Barcelona ou Real Madrid nas oitavas de final.

kca-jta/iga/mcd/aam/cb

© Agence France-Presse

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes