Meia francês Paul Pogba é suspenso por doping

O meia francês Paul Pogba, da Juventus, foi suspenso provisoriamente depois de ter testado positivo por uso de testosterona, informou a Agência Italiana Antidoping (Nado).

"O Tribunal nacional antidoping informa que, conforme a recomendação do órgão fiscalizador, pronuncia a suspensão provisória de Paul Labile Pogba", indicou a Nado em um comunicado.

A suspensão se deu por "violação dos artigos 2.1 e 2.2 pela presença das seguintes substâncias proibidas: metabólitos de testosterona", acrescenta a nota.

A Nado não informou a data do teste de Pogba, mas segundo a imprensa local, o jogador passou pelo controle antidoping após o jogo da Juventus com a Udinese, pela primeira rodada do Campeonato Italiano, em que o francês não chegou a entrar em campo.

Se a análise da contraprova confirmar a presença da substância proibida, o meia poderá ser suspenso por até quatro anos.

Em uma mensagem enviada à AFP, a agente de Pogba, Rafaela Pimenta, indicou que "espera a reanálise e não pode ter uma opinião antes dos resultados". "O que é certo é que Paul nunca quis infringir nenhuma regra", acrescentou.

Por sua vez, a Juventus se mostrou cautelosa e se limitou a escrever que "se reserva à possibilidade de avaliar as próximas etapas do processo".

Em 27 de agosto, Pogba retornou aos gramados depois de mais de três meses afastado, no empate da Juve com o Bologna em 1 a 1, pela Serie A.

O jogador viveu uma temporada 2022/2023 para esquecer, em que participou de apenas 10 jogos do time de Turim e ficou de fora da Copa do Mundo de 2022 por conta das lesões.

Continua após a publicidade

- Retorno complicado -

Pouco antes do anúncio do teste positivo, o francês tinha afirmado sentir "a paixão" e "a vontade" de jogar nesta temporada, em uma entrevista à Al Jazeera.

Pogba também tinha sido vítima de uma suposta tentativa de extorsão por parte de um grupo organizado no qual estaria envolvido seu irmão Mathias.

"O dinheiro muda as pessoas, o dinheiro pode destruir uma família, desencadear uma guerra", confessou o jogador.

"As únicas pessoas que podem te ferir são seus familiares", explicou. "Os inimigos você sabe onde estão, mas os amigos, a família, aqueles que acreditamos que estão felizes por você, podem te destruir", repetiu.

"Tinha vezes que eu ficava sozinho e dizia para mim mesmo: 'não quero ter dinheiro, não quero jogar, só quero estar com pessoas normais, que gostem de mim como eu sou, não pela fama ou dinheiro'", continuou Pogba.

Continua após a publicidade

"Mas eu não sou fraco, podem dizer coisas ruins de mim, nunca vou me render, vou trabalhar ainda mais, darei ainda mais, e vou ter que me provar mais uma vez", concluiu.

Mas Pogba pode não ter uma nova oportunidade, caso seja punido por doping.

jr/hpa/iga/cb/am

© Agence France-Presse

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes