PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Futebol: "Vamos dar a vida contra o Brasil", afirma técnico da seleção espanhola

05/08/2021 06h07

Yokohama, Japão, 5 Ago 2021 (AFP) - Espanha e Brasil disputam no sábado uma final olímpica do futebol masculino com gosto de clássico em que as duas equipes, que conquistaram o ouro uma vez, buscarão seu segundo título, em Yokohama.

Os dois venceram em casa: espanhóis em Barcelona-1992 e brasileiros na Rio-2016.

Luis de la Fuente, o técnico da seleção espanhola, lateral-esquerdo em seus tempos de jogador do Athletic Bilbao dos anos 1980 que conquistou duas ligas espanholas, admite, em entrevista à AFP, que o adversário "é uma grande equipe".

Mas ele completa que "o Brasil deve pensar o mesmo de nós" e avisa que "não vamos ceder nada e vamos dar nossas vidas" na final.

"Nós conhecemos bem [a seleção brasileira]. Os analistas de nossa equipe fizeram um trabalho excepcional. Conhecemos toda a equipe em detalhes, todos os jogadores. Como suponho que eles nos conheçam", disse o técnico.

"Depois tem a outra parte, porque quando os jogadores entram em campo tem o talento, o improviso, a qualidade dos atletas. Essas são situações incontroláveis que são a parte mais bonita do futebol", alertou.

O treinador elogiou o atacante Richarlison, artilheiro do torneio com cinco gols: "É um dos jogadores importantes que o Brasil tem, mas é uma grande equipe, embora devam pensar o mesmo que nós. A força de ambas as equipes reside nisso, no espírito de equipe".

Sobre a posse de bola, característica do futebol espanhol que conquistou a Europa e o mundo com o tiki-taka, De la Fuente acredita que outras qualidades também são determinantes. "Nos sentimos mais confortáveis com a posse de bola, com domínio e controle do jogo, mas também mostramos que somos uma equipe que pode ser versátil e que também sabe jogar no contra-ataque", analisou.

"Uma final é vencida controlando e dominando todos esses aspectos, então vamos tentar minimizar as principais características do Brasil o melhor que pudermos e valorizar as nossas", acrescentou o treinador.

Sobre o estado de espírito de seus jogadores, ele garante que "eles estão exultantes, extremamente motivados e ansiosos por um momento como este para entrar em sua vida futebolística. Estão com a moral nas alturas".

Luis de la Fuente falou sobre o que mais espera desta participação da Espanha em Tóquio. "Queremos que todos os espanhóis se sintam orgulhosos desta seleção. Desde a tranquilidade de valorizar que fizemos algo importante como chegar a uma final, vamos com tudo. Queremos o ouro e queremos lutar para ter o nosso melhor dia e tentar obtê-lo".

psr/dr/aam

Esporte