Topo

Esporte


Bélgica é o 10º país interessado em sediar a Copa feminina de 2023

19/08/2019 15h04

Lausana, Suíça, 19 Ago 2019 (AFP) - A Bélgica é o décimo país interessado na organização da Copa do Mundo feminina de futebol de 2023, que contará com 32 seleções e cujo país anfitrião será designado no próximo mês de maio, anunciou nesta segunda-feira a Fifa.

No final de julho, a Fifa havia anunciado que diante do sucesso "estrondoso" do Mundial de 2019 na França e "para favorecer o crescimento do futebol feminino", seu Conselho decidiu ampliar o formato de 24 para 32 equipes.

Nove países já se declararam oficialmente interessados em sediar a competição: Austrália, Brasil, Argentina, Bolívia, Colômbia, Japão, África do Sul, Nova Zelândia e Coreia do Sul (provavelmente em parceria com a Coreia do Norte).

Nesta segunda, a Fifa anunciou o interesse demonstrado pela Federação Belga de Futebol.

As dez federações têm até o dia 2 de setembro para confirmar seu interesse e até o dia 13 de dezembro para apresentar seu dossiê de candidatura.

Os críticos de um Mundial ampliado apontam as discrepâncias que foram vistas na primeira fase da recente Copa na França, com resultados como o 13 a 0 dos Estados Unidos sobre a Tailândia.

ebe/dhe/iga/gh/aam

Mais Esporte