Topo

Esporte


França vence Nigéria e termina em 1° no grupo A da Copa; Noruega também avança

17/06/2019 19h44

Rennes, França, 17 Jun 2019 (AFP) - A seleção francesa venceu a Nigéria por 1 a 0 nesta segunda-feira em Rennes e terminou na primeira posição do grupo A da Copa do Mundo feminina, conseguindo três vitórias nos três jogos que disputou.

Já classificadas para as oitavas, as 'Bleues' sofreram diante da Nigéria.

No final acabaram encontrando o caminho do gol por meio de uma sucessão de decisões favoráveis por parte da árbitra hondurenha Melissa Borjas: Wendie Renard primeiro perdeu um pênalti que havia sido confirmado após consulta ao VAR. Mas a juiza autorizou, também com o auxílio da tecnologia, uma nova cobrança devido a uma saída precipitada da goleira Chiamaka Nnadozie (79).

As anfitriãs esperam agora o adversário para o duelo das oitavas no domingo em El Havre, onde vão enfrentar o terceiro colocado do grupo C, D, ou E.

Embora seja difícil fazer os cálculos antes do final da fase de grupos, esse adversário poderá ser Brasil ou Austrália.

Em todo caso, as francesas vão precisar melhorar, apesar desta terceira vitória consecutiva, porque a vitória sobre as nigerianas só veio a partir da confusão envolvendo o pênalti.

"Felizmente há uma nova regra (...) eu pensei 'hoje não é meu dia', mas é preciso saber começar de novo", respirou aliviada Renard.

"No esporte de alto nível, se uma jogadora não está armada mentalmente não serve para nada fazer esporte. Existem testes a cada momento. Nós os superamos juntas porque esse pênalti não vem para mim, é coletivo", acrescentou a jogadora francesa.

Na outra partida do grupo A, a Noruega venceu a Coreia do Sul por 2 a 1 em seu último jogo da primeira fase. Com isso garantiu uma vaga nas oitavas de final e ainda eliminou as asiáticas.

Graças aos dois gols de pênalti de Caroline Graham Hansen (4) e Isabell Herlovsen (50), a Noruega chegou aos seis pontos e terminou em segundo lugar na chave, atrás da França.

Com nenhum ponto marcado em três partidas, a Coreia do Sul ficou fora do torneio mas pelo menos conseguiu marcar seu primeiro e único gol, por meio de Yeo Minji.

adc-yk/pm/nb-sha/iga/aam

Mais Esporte