PUBLICIDADE
Topo

Fórmula 1

Paddy Lowe, diretor técnico da Williams, deixa equipe 'por razões pessoais'

Em má fase, escuderia não deu detalhes a respeito de saída do dirigente - Dan Mullan/Getty Images
Em má fase, escuderia não deu detalhes a respeito de saída do dirigente Imagem: Dan Mullan/Getty Images

Da AFP, em Londres

07/03/2019 15h40

O diretor técnico da Williams, Paddy Lowe, "deixou a empresa por razões pessoais", anunciou hoje - sem dar mais detalhes - a escuderia britânica da Fórmula 1, a dez dias do início da temporada de 2019.

Última colocada do campeonato no ano passado, prejudicada por um carro muito difícil de pilotar, a Williams atravessa uma pré-temporada também complicada.

Em fevereiro, não participou nos dois primeiros dias de treinos ao não ter finalizado seu carro no prazo previsto. Depois, fez o segundo pior tempo desta série de treinos, a quase dois segundos da Ferrari e da Mercedes.

A Williams tenta desde o ano passado reestruturar seu departamento técnico, depois das saídas do chefe de aerodinâmica Dirk de Beer, do projetista Ed Wood e do chefe de engenharia e rendimento Rob Smedley.

Lowe, que passou pela McLaren e Mercedes, chegou à Williams em março de 2017, tornando-se acionista.

Fórmula 1