PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Diante de Messi, a 'marcação individual é obsoleta', diz técnico do Lyon

18/02/2019 17h25

Lyon, 18 Fev 2019 (AFP) - "A marcação individual sobre Lionel Messi é obsoleta para mim", afirmou o treinador do Lyon, Bruno Genesio, na véspera do jogo de ida das oitavas de final da Liga dos Campeões entre a equipe francesa e o Barcelona.

Perguntado na coletiva de imprensa antes da partida de terça-feira (17h00, horário de Brasília) sobre como parar o atacante argentino, Genesio descartou a marcação homem a homem e argumentou que "em algum momento ele vai encontrar uma solução".

"O fato de ter vários jogadores à sua volta pode reduzir a sua influência", defendeu o treinador, mas acabou admitindo que "quando está em uma grande noite, ele consegue ver ou fazer coisas que ninguém pode fazer".

"Ele é um gênio do futebol", acrescentou.

Depois de sete anos ausente das oitavas da Champions, o Lyon vai receber o Barcelona sem seu capitão e estrela Nabil Fekir, que está suspenso. "É nosso capitão e líder técnico. É sempre difícil jogar sem ele. Ele gosta de ser decisivo".

Apesar da ausência de Fekir e a força do adversário, Genesio considera que o Lyon pode surpreender: "Mostramos em partidas de alto nível que somos capazes de rivalizar com as melhores equipes".

"Como nos dois jogos contra o Manchester City (vitória por 2 a 1 e empate em 2 a 2 na primeira fase), ou também contra o PSG (triunfo por 2 a 1 no Campeonato Francês)", lembrou o técnico.

"Podemos competir amanhã, mas não somos favoritos. Vamos ter que nos esforçar mais do que o habitual. É importante acreditar e confiar em si mesmo. Estou tranquilo e sereno. O perigo é jogar a partida antes do pontapé inicial", acrescentou.

Um dos jogadores de maior destaque do Lyon, o jovem meia Houssem Aouar (20 anos) disse em entrevista coletiva que a equipe francesa tem "experiência em grandes partidas nesta temporada".

"Temos que encarar o jogo sem medo" e por isso "estamos preparando esta partida com muita atenção".

"Confiamos no desafio que temos pela frente. Teremos que confiar em nossa torcida. Vamos dar tudo de nós", garantiu.

Esporte