PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Atacante chinês Wu Lei chega ao Espanyol disposto 'a marcar gols'

29/01/2019 17h04

Barcelona, 29 Jan 2019 (AFP) - O atacante chinês Wu Lei garantiu nesta terça-feira (29) que chega ao Espanyol disposto "a marcar gols" e demonstrar que há jogadores em seu país "que podem fazer isso muito bem nas principais ligas" do mundo.

"A primeira coisa que aprendi em espanhol foi 'marcar gol' e é isso que vim fazer", disse Wu Lei nesta terça em sua apresentação como novo atacante 'perico'.

A grande estrela do futebol chinês, maior goleador da Superliga de seu país em 2018 com 27 gols e que chega vindo do Shanghai SIPG, assinou pelos próximos dois anos até janeiro de 2021, com mais um ano opcional, explicou na coletiva de imprensa o vice-presidente do Espanyol, Carlos García-Pont.

O dirigente não quis dar mais detalhes sobre a negociação indicando que "há um acordo com o clube de origem para não falar das condições de transferência".

"Estou muito contente de poder vir para a liga espanhola, uma das melhores do mundo. É uma grande honra para mim e um grande desafio", afirmou Wu Lei, que falou em seu idioma durante a coletiva e foi traduzido pelo conselheiro do clube, Mao Ye Wu.

"Vir à Europa sempre foi meu desejo. Agora, com a idade que tenho, acho que tenho maturidade suficiente para este desafio", garantiu o jogador, de 27 anos.

"Sei que o Espanyol tem acompanhado meu futebol há um tempo e além disso posso me adaptar ao estilo de jogo da equipe rapidamente", explicou ele.

Wu Lei considerou lógicas as dúvidas em torno de sua contratação já que se trata de um jogador desconhecido para grande parte dos torcedores do Espanyol.

"O que posso dizer é que com o tempo e meu esforço quero demonstrar meu nível", disse ele, que também defendeu o futebol de seu país.

A principal dúvida é sobre uma possível lesão no ombro que Wu Lei sofreu durante a disputa da Copa da Ásia com sua seleção. Alguns temem que ele tenha que passar por uma cirurgia.

"Esta manhã tivemos uma pequena revisão. A decisão final depende de um exame programado para amanhã (quarta-feira)", concluiu.

Esporte