PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Sem Messi, Barça vence Inter de Milão e encaminha vaga na Liga dos Campeões

24/10/2018 18h18

Barcelona, 24 Out 2018 (AFP) - Mesmo sem poder contar com o argentino Lionel Messi, o Barcelona venceu a Inter de Milão por 2 a 0, nesta quarta-feira, e assumiu a liderança isolada do grupo B da Liga dos Campeões.

Escolhido pelo técnico Ernesto Valverde como substituto do camisa 10, o brasileiro Rafinha abriu o placar, aos 32 minutos do primeiro tempo, enquanto Jordi Alba definiu a vitória aos 38 minutos da segunda etapa.

O triunfo deixou os catalães sozinhos na ponta da chave com 100% de aproveitamento nas três primeiras rodadas. O time italiano se mantém em segundo lugar com seis pontos e cinco unidades de vantagem para Tottenham e PSV, que empataram em 2 a 2 no outro confronto do grupo.

O Barcelona chegou a 28 jogos seguidos sem perder jogando em casa na Liga dos Campeões e as equipes voltam a se enfrentar no dia 6 de novembro, desta vez em Milão. Se vencer, o time espanhol garante a vaga nas oitavas de final da competição.

- Rafinha compensa Messi -Messi foi um espectador ilustre da partida no Camp Nou, assistindo ao jogo da arquibancada acompanhado do filho depois de fraturar o braço direito na partida contra o Sevilla. Sem o craque, o técnico Ernesto Valverde escalou o brasileiro Rafinha para formar o trio de ataque ao lado do compatriota Philippe Coutinho e do uruguaio Luis Suárez.

Mas nos primeiros 20 minutos, as duas equipes foram tímidas ofensivamente e criaram poucas chances claras. A mais perigosa dos italianos veio com Icardi (15), exigindo boa defesa de Ter Stegen, enquanto Lenglet (17) desviou de cabeça em cobrança de escanteio, mas parou em Handanovic.

Pouco a pouco, o Barcelona começou a dominar a partida com sua tradicional posse de bola, abrindo espaços com a movimentação do trio de ataque. O time italiano mostrava-se apagado em campo, com atuação abaixo da média na temporada.

Aos 32 minutos, Rafinha provou ser uma escolha acertada de Valverde ao fazer boa jogada no meio de campo e tocar para Suárez pelo lado direito. O uruguaio dominou e fez cruzamento preciso atrás dos zagueiros para devolver para o brasileiro, que tocou de primeira com o pé esquerdo para vencer o goleiro e abrir o placar.

- Alba mata o jogo -Na volta do intervalo, a Inter voltou se arriscando mais e chegando com perigo. Aos 4 e 6 minutos, o time italiano quase conseguiu o empate em duas tentativas de Politano, que entrou no segundo tempo no lugar de Candreva. Além disso, os visitantes pressionavam a saída de bola e complicavam a vida catalã.

O Barça se sobreviveu à blitz e voltou a assustar com Suárez. O atacante quase marcou um golaço ao driblar Asamoah e Miranda antes de chutar, mas Handanovic espalmou (13 minutos). Depois, o uruguaio cobrou falta por debaixo da barreira, mas Brozovic estava deitado e evitou o gol ao estilo Ronaldinho Gaúcho (20).

Aos 25, após excelente jogada de contra-ataque, Suárez recebeu cruzamento de Coutinho e cabeceou para a grande defesa do arqueiro bósnio. No rebote, o brasileiro dominou e encheu o pé para acertar uma bomba no travessão.

Quando a partida se encaminhava para o final, o Barcelona conseguiu ampliar a vantagem com Jordi Alba se apresentando no campo de ataque. O croata Ivan Rakitic percebeu a movimentação e deu passe magistral para o lateral, que invadiu a área e bateu cruzado para estufar as redes, aos 38 minutos.

Com a vitória assegurada e sem precisar se defender de uma reação italiana, o Barcelona controlou a partida até o apito final e manteve os 100% de aproveitamento no grupo B.

fa

Esporte