PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Bordeaux espera resposta de Thierry Henry para cargo de técnico

22/08/2018 13h47

Bordéus, França, 22 Ago 2018 (AFP) - O Bordeaux, que joga parte de seu futuro europeu nesta quinta-feira contra o Gent na ida da repescagem da Liga Europa, cobiça há alguns dias Thierry Henry para assumir o cargo de técnico da equipe após a polêmica com o uruguaio Gustavo Poyet.

As chances de que o ex-jogador francês comande o Bordeaux na próxima temporada vêm ganhando força nas últimas horas.

Mas nenhum dirigente confirma esta informação devido ao processo aberto na sexta-feira contra Poyet, ainda no cargo, depois de "suas declarações que ultrapassaram os limites" contra a direção após a partida contra o Mariupol. Um processo que terminará dentro de dois dias.

Enquanto isso, Henry poderia ter aos 41 anos sua primeira experiência como técnico principal, após dar uns primeiros passos na carreira na seleção belga como assistente do treinador Roberto Martínez.

O nome de Henry ganhou força desde a suspensão de Poyet na última sexta-feira e seu perfil agrada mais em relação ao de outros técnicos mais experientes, como Laurent Blanc, Jurgen Klinsmann ou Claudio Ranieri.

Seja quem for, o futuro técnico do Bordeaux encontrará uma situação complicada. Na Ligue 1, a equipe aparece na 18ª colocação e os torcedores se mostram preocupados com a futura mudança de propriedade do clube, que deverá ser vendido a um grupo americano de investidores.

Para a partida de ida da repescagem da Liga Europa, o Bordeaux sonhava em contar com um novo atacante, após a polêmica venda de Gaëtan Laborde para o Montpellier, o que incitou o desabafo público de Poyet.

O jogador desejado para repor essa perda é Pedro, atual artilheiro do Campeonato Brasileiro pelo Fluminense. O Bordeaux apresentou duas propostas pelo recém-convocado atacante da Seleção, a última entre 15 e 17 milhões de euros, mas o clube carioca não aceitou vender seu principal jogador na temporada.

Esporte