PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Cavani despacha CR7 e Uruguai encara França nas quartas de final

30/06/2018 17h15

Sochi, Rússia, 30 Jun 2018 (AFP) - Com dois gols de Edinson Cavani, o Uruguai despachou Portugal de Cristiano Rolando por 2 a 1 nas oitavas de final, neste sábado em Sochi, e vai encarar na próxima fase a França, que mais cedo derrotou a Argentina por 4 a 3.

O "Matador" mostrou estrela para marcar os dois gols do time Celeste, aos 7 e 62 minutos. Já o brasileiro naturalizado português Pepe fez o gol de honra do time luso (55).

Muito bem marcado, Cristiano Ronaldo não conseguiu ser decisivo como nos jogos contra a Espanha (3-3) e Marrocos (1-0). O forte esquema defensivo uruguaio não deu espaços para o craque do Real Madrid.

Assim como Lionel Messi, que foi eliminado após derrota da Argentina para a França, CR7 também se despede da Copa do Mundo da Rússia-2018 nas oitavas de final. Os maiores vencedores da Bola de Ouro, com cinco títulos cada, deixam o mundial menos estrelado a partir de agora.

A notícia ruim do lado uruguaio ficou por conta da lesão de Cavani, que deixou o campo mancando aos 28 minutos do segundo tempo. Ainda não se sabe a gravidade da contusão.

Em busca de uma vaga na semifinal, Uruguai e França têm duelo marcado para a próxima sexta em Nijni Novgorod, às 11h pelo horário de Brasília.

- Cavani brilha -Com Cristiano Ronaldo de um lado e Edinson Cavani e Luis Suárez do outro, o duelo prometia boa briga entre alguns dos melhores atacantes do mundo. E os sul-americanos precisaram de pouco tempo para abrir o placar, em conexão entre seus dois principais jogadores.

Cavani iniciou a jogada invertendo o jogo para a chegada de Suárez pelo lado esquerdo. O camisa 9 dominou e cruzou na cabeça do atacante do Paris Saint-Germain, que cabeceou meio de rosto e estufou as redes de Rui Patrício, aos 7 minutos.

Mas depois do gol, Portugal começou a tomar controle das ações com a bola. Bernardo Silva era o responsável em desafogar a marcação sobre Cristiano e movimentar o ataque luso. No entanto, a defesa uruguaia se fechava muito bem e não dava espaços para jogadas individuais de CR7.

Em duas oportunidades, o craque do Real Madrid tentou cair pelos lados para puxar para o meio e bater. Em ambas, conseguiu se livrar do primeiro marcador mas foi travado pela cobertura.

Enquanto isso, o Uruguai era perigoso com seus atacantes. Aos 22 minutos, Suárez cobrou falta da intermediária e exigiu grande defesa de Rui Patrício, que precisou se recuperar após ver a barreira abrir e dar espaço para o potente chute do artilheiro.

- Sem espaço para CR7 -Na volta do intervalo, as equipes voltaram com a mesma postura. Portugal tocava a bola e apostava em um lampejo de CR7, enquanto Uruguai se defendia com um sistema que não dava espaços para os lusos.

Mas foi justamente em uma de suas principais forças que os sul-americanos cederam o gol de empate, aos 10 minutos. Após cobrança curta de escanteio pelo lado esquerdo, Guerreiro cruzou no centro da área para o brasileiro naturalizado português Pepe subir mais alto e testar firme para as redes.

No entanto, o futebol uruguaio conseguiu reagir ao melhor momento português na partida. Em ligação direta feita pelo goleiro Muslera, Nández dominou pelo meio e tocou para a chegada de Cavani pelo lado esquerdo. O centro-avante pegou de primeira com extrema categoria, chutando cruzado para marcar um belo gol, aos 17 minutos.

Pouco depois de colocar o time em vantagem, Cavani precisou deixar o campo com lesão, saindo mancando aos 28 minutos e deixando os bicampeões preocupados com uma de suas principais estrelas.

A partir daí, o Uruguai se limitou a defender e via Portugal criar perigo em chutes de Guerreiro (34) e Manuel Fernandes (40), mas o primeiro saiu por cima do gol e o segundo foi defendido por Muslera.

Sem encontrar espaços, o tempo foi passando e a Celeste assegurou a classificação à quartas de final, decretando a eliminação de Ronaldo e da atual campeã da Eurocopa.

Esporte