PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Hummels lamenta tendência do jornalismo em alimentar polêmicas

22/02/2018 19h58

Berlim, 22 Fev 2018 (AFP) - O zagueiro do Bayern de Munique e da Alemanha Mats Hummels lamentou a tendência dos jornalistas em usar declarações de jogadores para alimentar polêmicas, o que poderá fazer com que os atletas "digam só banalidades", nesta quinta-feira em entrevista à revista Sócrates.

"Os atletas que abordam temas críticos provocam imediatamente um escândalo", explicou o campeão do mundo com a Alemanha em 2014.

"Se isto continuar, os jogadores darão cada vez menos informações interessantes e teremos que nos contentar com declarações insignificantes, como na NBA", continuou o jogador de 29 anos.

"É uma pena que não se possa falar coisas normais, sem que isso seja interpretado como questões de orgulho ou arrogância", completou.

A entrevista foi publicada um dia após o companheiro de Hummels no Bayern de Munique, o holandês Arjen Robben, expressar sua frustração por ser ter sido reserva na partida de terça-feira contra o Besiktas (vitória por 5-0), pelas oitavas de final da Liga dos Campeões, causando um alvoroço na imprensa.

Segundo Hummels, o exemplo dos jogadores da NBA é um alerta: "Em nenhuma entrevista um técnico ou um jogador aborda, por exemplo, os motivos de uma derrota".

Num mundo do futebol em que cada vez mais jogadores dominam a arte de falar sem dizer nada, Hummels é conhecido por sua franqueza.

"Algumas vezes seria, para mim, mais fácil utilizar clichês ou respostas simples, mas continuo acreditando que podemos explicar o futebol às pessoas, ou pelo menos mostrar o que acontece nos bastidores, sem quebrar a confidencialidade", lamentou.

"Às vezes isso me traz problemas, mas aceito", concluiu Hummels.

cpb/chc/am

BESIKTAS FUTBOL

Esporte