PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Ranieri estaria disposto a deixar Nantes para assumir Itália

21/02/2018 15h36

Milão, 21 Fev 2018 (AFP) - O técnico do Nantes, Claudio Ranieri, afirmou que está disposto a deixar o clube francês para assumir a seleção da Itália, em entrevista que foi ao ar nesta quarta-feira na emissora Sky Sport Italia.

"Tenho contrato com o Nantes por dois anos e não recebi nenhuma mensagem, então não posso falar nada", declarou o técnico de 66 anos. "Mas se me contactarem para o trabalho na (seleção da) Itália, eu iria ver o presidente do Nantes e pediria para ser liberado", continuou.

"Qualquer técnico italiano quer dirigir a equipe nacional", insistiu Ranieri, que levou o modesto Leicester ao improvável primeiro título de Premier League de sua história na temporada 2015-16.

O presidente do Nantes, Waldemir Kita, respondeu ao comentário de seu técnico, afirmando que conversaria com Ranieri caso esta situação se apresente.

"Não sou alguém que freia as ambições profissionais e pessoais. Se eu estivesse em seu lugar, faria o mesmo", reconheceu Kita.

O nome de Ranieri, um experiente andarilho do futebol que já treinou equipes como Juventus, Roma, Chelsea, Atlético de Madrid ou Valencia, é regularmente cogitado para ser o substituto de Gian Piero Ventura, que deixou o cargo de técnico da Itália após não conseguir a classificação para a Copa do Mundo da Rússia.

Outros nomes também são cogitados, como os de Roberto Mancini (Zenit), Antonio Conte (Chelsea) ou Carlo Ancelotti, que está desempregado desde que foi demitido do Bayern de Munique em setembro.

O novo técnico da Itália não será revelado até junho. Luigi Di Biagio, técnico da seleção sub-21 italiana, foi designado em fevereiro para ser o técnico interino da equipe principal, de cara para os amistosos contra Argentino (23 de março) e Inglaterra (27 de março).

Ranieri treina o Nantes desde o início da atual temporada. O clube francês ocupa atualmente a respeitável 5ª colocação do Campeonato Francês.

Esporte