PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Insatisfação de Robben com reserva no Bayern dá o que falar na imprensa alemã

21/02/2018 18h08

Munique, Alemanha, 21 Fev 2018 (AFP) - A imprensa alemã debateu nesta quarta-feira a possível tensão no vestiário do Bayern de Munique, um dia depois da goleada por 5 a 0 sobre o Besiktas na ida das oitavas de final da Champions, após Arjen Robben manifestar sua insatisfação com a reserva.

"Robben, ferido em seu orgulho", escreveu o site Goal.com, enquanto o popular jornal de Munique Süddeutsche Zeitung citou o "sofrimento de Arjen Robben".

"Todos os jogadores querem jogar partidas como esta e eu não sou diferente. Quando você não joga, isso te faz mal", justificou o holandês de 34 anos, após a partida em que começou no banco, mas teve oportunidade de entrar em campo aos 43 minutos do primeiro tempo devido à lesão do colombiano James Rodríguez.

"Mas não vou falar mais sobre isso, senão vou ser chamado para o escritório de Brazzo (apelido de Hasan Salihamidzic, diretor esportivo do Bayern)", continuou Robben.

O técnico da equipe, Jupp Heynckes, defendeu as decisões táticas tomadas.

"Tenho que gerir e o faço da melhor maneira possível. Todos precisam aceitar isso. Ponto final", disse de maneira enfática o experiente técnico.

Thomas Muller, capitão do Bayern e autor de dois gols na vitória sobre o Besiktas, tentou apagar o incêndio.

"O técnico tem o dilema de escolher, é algo difícil para ele. Os reservas nos ajudaram. Arjen entrou e nos trouxe agressividade. Franck (Ribery) também jogou bem e sempre precisamos desse pequeno suplemento de energia que vem do banco", afirmou.

Esporte