PUBLICIDADE
Topo

Esporte

CAS abre procedimento por doping de russo do curling nos Jogos de Inverno

Aleksandr Krushelnitckii durante um dia de disputa no curling - Aaron Favila/AP
Aleksandr Krushelnitckii durante um dia de disputa no curling Imagem: Aaron Favila/AP

19/02/2018 06h10

O atleta russo de curling Aleksandr  Krouchelnitsky foi flagrado no exame antidoping durante os Jogos Olímpicos de Inverno de Pyeongchang-2018, anunciou nesta segunda-feira a Corte Arbitral do Esporte (CAS).

A notícia confirma que o atleta, que disputou os Jogos sob a denominação 'Atletas Olímpicos da Rússia' em consequência da suspensão de seu país por doping institucionalizado, infringiu o regulamento antidpoping.

Ao lado de sua esposa Anastasia  Bryzgalova, Aleksandr  Krouchelnitsky conquistou a medalha de bronze no torneio de equipes mistas de curling das Olimpíadas.

A notícia do doping começou a circular no domingo na imprensa russa, mas o Comitê Olímpico Internacional (COI) e o CAS aguardaram os resultados da contraprova para tornar o anúncio oficial.

O CAS não revelou a substância proibida detectada no exame. No domingo, uma fonte próxima ao caso afirmou à AFP que a mostra A revelou a presença de Meldonium.

O CAS é responsável por definir as penas por infrações cometidas durante os Jogos.

Krushelnitsky pode ser suspenso e perder a medalha conquistada com a esposa. Neste caso, o bronze passaria à equipe da Noruega, que perdeu para os russos na disputa do terceiro lugar.

A notícia é um novo golpe para os Jogos de Inverno e para a Rússia, país abalado pelas revelações do relatório McLaren sobre o esquema de doping organizado pelas autoridades esportivas russas durante os Jogos Olímpicos de Sochi-2014.

Esporte