PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Mayweather cumpre expectativas, nocauteia McGregor e anuncia aposentadoria

27/08/2017 10h04

Las Vegas, Estados Unidos, 27 Ago 2017 (AFP) - O boxeador americano Floyd Mayweather precisou de 10 rounds para nocautear a estrela irlandesa do MMA Conor Mcgregor, na noite de sábado para domingo, e depois da vitória anunciou aposentaria dos ringues, aos 40 anos de idade.

McGregor iniciou o combate com muito ímpeto, mas o esforço acabou sendo fatal para o restante dos assaltos. Mayweather, por outro lado, foi crescendo a cada round e teve que ser parado no 10º pelo árbitro, que assinalou nocaute técnico.

Com a vitória, Mayweather pendura as luvas com uma imaculada carreira de 50 vitórias e nenhuma derrota, superando a lenda ítalo-americana Rocky Marciano.

"Esta foi minha última luta, vocês têm minha palavra. Quebramos recorde de bilheteria e arrecadamos quase 80 milhões de dólares. Em breve teremos os números de vendas de pay-per view", indicou o boxeador.

O astro acrescentou na coletiva de imprensa que "posso dizer que esta noite levamos o boxe para outro nível, porque superamos minhas próprias marcas".

- Ímpeto e cansaço -Quando o combate terminou, os dois pugilistas sorriam felizes. Ambos se sentiam vencedores: McGregor, em sua primeira luta como boxeador, aguentou 10 rounds diante de um dos melhores lutadores peso por peso da história. Já Mayweather manteve a invencibilidade e embolsou aproximadamente 200 milhões de dólares.

"Me apeguei a estratégia que tínhamos traçado. Tenho mais de 20 anos e sabia o que precisava fazer para que isso acontecesse. Fui disciplinado, porque essa luta era muito difícil", acrescentou Floyd.

Mas não foi fácil para May. O irlandês sabia que suas chances para vencer estavam nos primeiros rounds e começou com muita intensidade, atingindo vários golpes na cabeça do rival para pontuar.

No quarto round tudo mudou. O cansaço da investida começou a ficar evidente e "The Notorious" passou a ser dominado. No sétimo round, McGregor se salvou por milagre, mas três rounds depois o árbitro Robert Byrd parou a luta ao ver o irlandês mal conseguir se manter de pé, agarrado às cordas do ringue.

Os torcedores deixaram o local satisfeitos. O espetáculo multimilionário, com o maior número de apostas de Las Vegas, valeu a pena.

- "Money Belt" -Estima-se que Mayweather ganhou mais de 1 bilhão de dólares nos ringues durante a carreira, enquanto McGregor embolsou aproximadamente 100 milhões de dólares na noite, apesar da derrota.

O boxeador recebeu o cinturão apelidado de "Money Belt" (cinto de dinheiro, em inglês), feita à mão com ouro, safira e esmeraldas. O Conselho Mundial de Boxe entregou o prêmio da noite.

Apesar das esperadas vendas milionárias na bilheteria e transmissão por televisão, a arena ficou abarrotada. Todos queriam ver de perto a luta midiática entre dois dos atletas mais importantes dos últimos 20 anos nos esportes de combate.

Ao finalizar a luta, Mayweather elogiou o rival.

"É um grande campeão. Não é qualquer um que aceita vir enfrentar o monarca de outro esporte", garantiu.

McGregor contou com o apoio dos torcedores, mas ressaltou o fato de ter participado de um evento global.

"Muita gente pensava que essa luta não iria acontecer. Mas aconteceu e as pessoas não podem dizer que não teve espetáculo. Floyd é um atleta fora de série e foi uma honra enfrentá-lo", comentou Notorious.

O irlandês revelou que vai decidir se volta a lutar no UFC este ano ou se vai esperar até 2018 para defender seu título do peso leve.

Esporte