PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Terrorismo é uma "preocupação" para a Fifa, afirma Infantino

29/03/2016 20h29

Montevidéu, 29 Mar 2016 (AFP) - O presidente da Fifa, Gianni Infantino, declarou nesta terça-feira em Montevidéu que o terrorismo preocupa a entidade, que espera poder se concentrar somente em organizar eventos esportivos.

"Claro que o terrorismo é uma preocupação", enfatizou o mandatário da Fifa em coletiva de imprensa em Montevidéu, após visitar o Museu do Futebol do mítico estádio Centenário.

"Queremos organizar o futebol sem falar de política, sem falar de violência, sem falar de religião, e dar um pouco de vida às pessoas, para que esqueçam os problemas do dia a dia", continuou Infantino.

"Espero e esperamos todos que o terrorismo acabe no mundo e no futebol também. Não temos a ambição de solucionar os problemas do mundo, mas sim de organizar festas de futebol", concluiu.

Infantino realiza uma turnê pela América do Sul que o levou ao Paraguai e ao Uruguai e que ainda passará por Bolívia e Colômbia na quinta-feira.

Esporte