PUBLICIDADE
Topo

Vôlei

Carol Solberg volta a criticar Bolsonaro em entrevista: "me dói muito"

Carol Solberg e Bárbara Seixas durante semifinal do Circuito Brasileiro de Vôlei de Praia - William Lucas/Inovafoto/CBV
Carol Solberg e Bárbara Seixas durante semifinal do Circuito Brasileiro de Vôlei de Praia Imagem: William Lucas/Inovafoto/CBV

Colaboração para o UOL, de São Paulo

09/10/2021 20h46

A jogadora de vôlei de praia Carol Solberg voltou a usar o espaço da entrevista pós-jogo para se manifestar contra o governo do presidente Jair Bolsonaro (sem partido).

Competindo pelo Open de duplas do Circuito Brasileiro de Vôlei de Praia, no Rio de Janeiro, ela prestou solidariedade aos familiares das vítimas da covid-19 e criticou o veto à distribuição gratuita de absorventes para pessoas em situação de vulnerabilidade.

"Eu fico muito triste, o Brasil para mim é um país maravilhoso, eu tenho tanto orgulho de tanta coisa que o Brasil representa, mas me dói muito ver esse momento. Eu sou atleta, eu adoro estar aqui jogando, mas eu não estou alheia a tudo que está acontecendo, então me dói muito. Eu estou aqui, como cidadã e como atleta, mas tem sido um momento muito duro", disse Carol em entrevista exibida pelo canal SporTV, após vencer na semifinal do torneio.

No ano passado, Carol chegou a ser advertida pelo STJD por gritar "Fora, Bolsonaro" durante a transmissão de uma partida. Em suas redes sociais, as críticas ao atual governo são ainda mais frequentes.

Amanhã (10), às 10h, ela disputa a final da competição ao lado da Bárbara Seixas. Elas enfrentarão a dupla de capixabas, formada por Elize Maia e Thâmela.

Vôlei