PUBLICIDADE
Topo

Como os youtubers invadiram o mundo do boxe

Jake Paul (esq.), durante luta contra Nate Robinson
Jake Paul (esq.), durante luta contra Nate Robinson
Joe Scarnici/Handout Photo via USA TODAY Sports

Leandro Pinheiro

Do UOL, em São Paulo

23/04/2021 04h00

Foi-se o tempo que o boxe era reservado apenas a pugilistas profissionais. Quem acompanha o mundo das lutas deve ter percebido uma presença diferente nos últimos tempos: são os youtubers.

Continua depois da publicidade

Youtubers?

Isso mesmo. Influenciadores com milhares de seguidores nas redes sociais não estão mais somente nas telas do seu computador ou smartphone. Agora é comum encontrar vários deles em cima do ringue.

Não é brincadeira

E engana-se quem pensa que se trata de alguma brincadeira. No último fim de semana, Ben Askren, ex-UFC e ex-campeão meio médio no ONE Championship e no Bellator, foi nocauteado pelo youtuber Jake Paul em um duelo de boxe em Atlanta, nos Estados Unidos.

Al Bello/Getty Images for Triller - Al Bello/Getty Images for Triller
Jake Paul e Ben Askren se enfrentam em luta de boxe
Imagem: Al Bello/Getty Images for Triller

Para quem não conhece...

... Jake Paul é um youtuber americano com mais de 20 milhões de inscritos em seu canal e 15 milhões de seguidores no Instagram. Ele alcançou fama no extinto aplicativo de vídeo Vine e já atuou em uma série da Disney. De uns tempos pra cá, o foco dele tem sido o boxe.

Continua depois da publicidade

Aliás, Jake Paul é o mesmo youtuber que conseguiu um nocaute avassalador em cima do ex-NBA Nate Robinson. Ele "apagou" o ex-jogador de basquete em luta preliminar da exibição entre Mike Tyson e Roy Jones Jr., em novembro do ano passado.

Conor é o próximo?

Nos últimos tempos, inclusive, Jake Paul tem cobiçado uma luta de boxe contra Conor Mcgregor, ex-campeão do UFC. Até o momento, o irlandês não aceitou o duelo, mas tem muita gente de olho nessa possibilidade.

Continua depois da publicidade

Ele não é único

Além de Jake Paul, seu irmão, o também youtuber Logan Paul, é outro que tem se aventurado no boxe. O mais velho dos irmãos Paul vai enfrentar ninguém menos que Floyd Mayweather Jr., ex-campeão mundial de boxe e com cartel invicto de 50 vitórias na carreira, em junho. É mole?

Tem mais gente por aí. KSI e Ali Eson Gib são outros influenciadores com milhares de seguidores na internet que subiram no ringue nos últimos tempos.

Como tudo isso começou?

Se você chegou até aqui, talvez esteja curioso para saber a resposta a esta pergunta. Bom, isso nos leva lá para agosto de 2017...

Continua depois da publicidade

Há quase quatro anos, um youtuber chamado Joe Weller publicou em seu canal um vídeo no qual enfrentou o também youtuber Theo Backer. A produção era simples, mas o combate chamou a atenção. Atualmente, a publicação conta com 6,9 milhões de visualizações no YouTube.

Pra quem quiser saber como foi:

Eis que outro youtuber, o britânico KSI, gostou da ideia e desafiou o vencedor daquele duelo.

(Spoiler: se você não viu o vídeo acima, quem venceu foi Joe Weller)

Continua depois da publicidade

Em fevereiro do ano seguinte, então, tivemos Joe Weller x KSI, valendo o título de "campeão mundial do YouTube". A luta foi realizada na Copper Box Arena, em Londres, na presença de 7,5 mil pessoas.

O registro, claro, também foi parar no YouTube:

Logo após a vitória, KSI deixou uma provocação no ar: "Se algum youtuber quiser, pode vir buscá-lo [o cinturão]."

Foi aí, então, que surgiu a figura de Logan Paul. O youtuber atendeu ao chamado e encarou KSI em duas lutas. A primeira terminou empatada e eles logo partiram para uma revanche.

Continua depois da publicidade

Mas não foi qualquer revanche. O segundo encontro entre eles foi realizado no Staples Center, icônico ginásio em Los Angeles, nos EUA, em novembro de 2019, e foi transmitido ao vivo pela DAZN. Até o cantor Justin Bieber estava na plateia.

Antes, rolou coletiva de imprensa, pesagens, provocações... tudo que se pode esperar de uma luta de boxe. No ringue, KSI ganhou por nocaute no terceiro round.

Continua depois da publicidade

E olha o Bieber concentrado vendo a luta de perto.

Getty Images - Getty Images
Imagem: Getty Images

Pensa que foi só isso?

Segundo o promotor esportivo Eddie Hearn, a venda de pay-per-view de KSI x Logan Paul 2 foi a maior do Reino Unido em 2019, superando até mesmo Anthony Joshua x Andy Ruiz Jr., que se enfrentaram pelo título mundial dos pesos-pesados em junho daquele ano.

Com o sucesso das lutas entre youtubers, logo novas propostas foram surgindo e hoje eles já são presença comum nos ringues.

Continua depois da publicidade

Até no Brasil

Pensa que tudo isso é coisa de youtuber gringo? Aqui no Brasil, Whindersson Nunes participou de uma luta de boxe amador em setembro do ano passado e venceu.

Pouco depois, Popó Freitas, ex-campeão mundial da modalidade, desafiou Whindersson. E o humorista aceitou! Será que vamos ver esse duelo?

Outro brasileiro que também entrou na onda foi Vitor Belfort. Em dezembro do ano passado, ele desafiou publicamente o youtuber Jake Paul. O "Fenômeno" do MMA prometeu "colocá-lo para dormir".

Continua depois da publicidade

Claro que nem todo mundo gosta dessa nova moda de youtubers nos ringues. Fãs conservadores têm criticado essa onda e o espaço que os influenciadores recebem para lutar.

Os haters vão ser haters. Estou apenas tentando trazer mais atenção para o esporte. Eu estou me divertindo fazendo isso e estou apenas sendo eu mesmo. Tem espaço para todo mundo.
Youtuber Jake Paul, antes de luta de boxe contra Ben Askren

Seja como for, é bem possível que você encontre um youtuber lutando no ringue mais próximo.

Esporte

Esporte