PUBLICIDADE
Topo

Eliminatórias Sul-Americanas

Grupo Globo exibirá todos os jogos da Argentina em casa nas Eliminatórias

Messi, durante partida entre Argentina: Globo fará jogos da seleção em casa nas Eliminatórias - REUTERS/Pilar Olivares
Messi, durante partida entre Argentina: Globo fará jogos da seleção em casa nas Eliminatórias Imagem: REUTERS/Pilar Olivares

Gabriel Vaquer

Colaboração para o UOL, em Aracaju

05/10/2020 04h00

O Grupo Globo confirmou que garantiu os direitos de transmissão dos jogos da Argentina como mandante nas Eliminatórias para a Copa do Mundo de 2022, no Catar. As exibições começam na quinta-feira (8), data da estreia da seleção na competição.

A informação já consta na programação do SporTV. A Argentina começa sua caminhada rumo à Copa do Mundo contra o Equador, em partida marcada para as 21h10 (de Brasília). A partida inaugural terá narração de Gustavo Villani, com comentários de PVC e Pedrinho.

Com o acordo, o Grupo Globo poderá transmitir jogos das duas principais seleções das Eliminatórias Sul-Americanas, já que também tem o direito de exibir as partidas com mando do Brasil.

As partidas que têm as outras oito seleções como mandantes ainda não foram negociadas. Ao todo, são 72 jogos disponíveis para o mercado brasileiro, incluindo jogos envolvendo a equipe de Tite. A Conmebol, ciente da dificuldade das federações, alinha uma possível venda conjunta das partidas em pacotes.

Devido a uma mudança da orientação da Fifa, as negociações dos direitos de transmissão passam a ser de responsabilidade das federações nacionais. Até agora, não existe nenhuma negociação ativa.

A Globo cogitou adquirir os demais direitos, mas ficou pessimista ao considerar os valores altos, principalmente por causa da alta do dólar. A federação do Paraguai, por exemplo, cobra cerca de 1,5 milhão de dólares (R$ 8,3 milhões na cotação atual) pelo jogo contra a seleção, valor considerado caro no mercado brasileiro.

O SBT, que tem atualmente boa relação com a Conmebol, também manifestou interesse nos direitos de transmissão. A emissora pediu ajuda à entidade para conseguir informação sobre as partidas em que a seleção brasileira será visitante e entende que esses jogos seriam importantes para a consolidação de seu projeto esportivo, impulsionado pelo acordo para transmitir a Libertadores.

Nos anos 1980 e 1990, o SBT exibiu as Eliminatórias para as Copas de 1990 e 1994. Desde o Mundial de 1998, há 22 anos, o canal de Silvio Santos não televisiona um jogo do Brasil. A emissora não transmitiu sequer o Jogo da Amizade, contra a Colômbia, disputado em janeiro de 2017 e exibido por quase todas as suas concorrentes.