PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Suspeito de esfaquear medalhista olímpico cazaque assume crime, diz polícia

Denis Ten disputou os Jogos Olímpicos em Pyeongchang cinco meses antes de falecer - AP Photo/David J. Phillip, File
Denis Ten disputou os Jogos Olímpicos em Pyeongchang cinco meses antes de falecer Imagem: AP Photo/David J. Phillip, File

Do UOL, em São Paulo

20/07/2018 18h00

Autoridades do Cazaquistão anunciaram nesta sexta-feira (20) que um detido sob suspeita de ter esfaqueado o medalhista olímpico Denis Ten confessou o assassinato, no dia seguinte à morte do patinador.

Os procuradores que trabalham no caso não deram detalhes, mas declararam em rede nacional que o suspeito Nuraly Kiyasov “confessou sua culpa na presença de um advogado”, quando questionado sobre a morte do patinador de 25 anos na cidade cazaque de Almaty.

Denis Ten foi assassinado na última quinta-feira (19), durante um assalto no qual dois homens tentavam roubar os retrovisores de um carro. O atleta foi levado ao hospital após ser esfaqueado na coxa, mas não resistiu.

Ten havia conquistado a medalha de bronze na Olimpíada de Inverno de Sochi, em 2014. O patinador também disputou as edições de Vancouver-2010 e Pyeongchang-2018. Na Coreia do Sul, o cazaque terminou no 27º lugar.

Esporte