PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Judoca olímpico conta: foi atingido no pé em tiroteio pós-ataque na Espanha

Jamie McDonald/Getty Images
Imagem: Jamie McDonald/Getty Images

Do UOL, em São Paulo

19/08/2017 11h15

Representante da Grã-Bretanha em três edições dos Jogos Olímpicos, o judoca Winston Gordon contou, em entrevista ao jornal "Daily Mail", que foi atingido por um estilhaço de bala durante o tiroteio ocorrido entre a polícia espanhola e suspeitos de terrorismo em Cambrils, na última quinta-feira.

Gordon estava sentado em um bar na cidade localizada a 100 km de Barcelona quando teve o início o confronto, poucas horas depois de um ataque ter matado 14 pessoas e ferido centenas na principal cidade da Catalunha. Quatro dos cinco suspeitos foram mortos no confronto.

"Eu estava com seis ou sete amigos quando duas meninas corriam parecendo estar realmente assustadas. Um jovem estava lá. Eu agarrei ele e perguntei: 'O que há de errado?’.  Ele apenas respondeu: 'Olhe lá'. Então eu vi esse cara gritando: ‘Allahu Akbar, Allahu Akbar (Alá é o maior)’. Eu me virei imediatamente e disse: Fujam, fujam", contou.

Segundo o relato do judoca de 40 anos, que estava em Cambrils para um período de treinamentos, os policiais continuaram a perseguição e passaram a atirar em direção ao suspeito. Foi neste momento que ele sentiu um estilhaço ricochetear em sua perna,

" Os policiais pararam na frente dele e disseram-lhe que parasse. Mas ele ainda estava em movimento e eles dispararam alguns tiros. Para mim, pareceu que dispararam tiros no ar para chamar sua atenção e assustá-lo. Um policial correu atrás do carro para obter uma posição melhor e o cara começou a mover-se para cima e para baixo novamente. Então, houve mais tiros disparados”, disse.

"Ele se abaixou, mas então ele se levantou e voltou ao carro da polícia. A polícia disse: "Pare, pare"; e eles dispararam novamente. No momento em que estes tiros foram disparados, algo ricocheteou e puxou minha perna. Eu senti isso de imediato. Era como se algo tivesse passado pela minha perna e me cortasse. Era como se eu tivesse sido cortada", completou.

Assustado com o ocorrido, Winston Gordon foi para o apartamento onde estava hospedado, fez curativos e esperou o dia seguinte para ir ao hospital. “Era apenas um pequeno corte. Não precisava de pontos ou nada assim”, contou.

Winston Gordon fez parte da delegação britânicas nas edições de Atenas-2004, Pequim-2008 e Londres-2012 das Olimpíadas na categoria até 90 kg. Seu melhor resultado olímpico foi um quinto lugar na Grécia.

Esporte