PUBLICIDADE
Topo

Tênis

Naomi Osaka se torna a atleta feminina mais bem paga da história em um ano

24.jan.2020 - Naomi Osaka durante partida do Aberto da Austrália - Kelly Defina / Getty Images
24.jan.2020 - Naomi Osaka durante partida do Aberto da Austrália Imagem: Kelly Defina / Getty Images

Do UOL, em São Paulo

23/05/2020 12h21

Depois de ganhar US$ 37,4 milhões (aproximadamente R$ 206 milhões) no ano passado, Naomi Osaka tornou-se a atleta mais bem paga da história, no período de um ano, de acordo com a revista Forbes. A tenista japonesa de 22 anos faturou a quantia em uma combinação entre premiações, patrocínios e bônus.

Esse recorde entre as mulheres deixou a marca alcançada por Serena Williams, com o faturamento de US$ 36 milhões (cerca de R$ 199 milhões) em 2016, para trás. A tenista norte-americana foi a atleta feminina mais bem paga nos últimos quatro anos.

Ainda de acordo com a Forbes, Osaka atualmente tem 15 patrocinadores e também assinou um contrato lucrativo com a gigante esportiva Nike.

A tenista japonesa, que já venceu dois Grand Slams em sua carreira, ocupa o 29º lugar entre os 100 atletas mais bem pagos. Serena Williams aparece na 33ª posição. Essa é a primeira vez desde 2016 que duas mulheres fazem parte da lista, que deve ter sua versão completa divulgada pela Forbes em breve.

Osaka tinha apenas um ano quando Serena Williams ganhou seu primeiro título de Grand Slam, em 1999. Hoje, os títulos da japonesa incluem o Aberto dos Estados Unidos em 2018, sobre Williams, e o Aberto da Austrália em 2019.

Naomi Osaka tornou-se profissional em 2014, antes de completar 16 anos. Dois anos depois, ela já havia chegado em top 40 da modalidade.

Tênis