PUBLICIDADE
Topo

Tênis

"Ouço isso há dez anos", diz Federer sobre troca de guarda no tênis

Roger Federer cumprimenta Stefanos Tsitsipas por vitória em Melbourne - Jewel Samad/AFP
Roger Federer cumprimenta Stefanos Tsitsipas por vitória em Melbourne Imagem: Jewel Samad/AFP

Do UOL, em São Paulo

21/01/2019 10h30

Derrotado pelo jovem grego Stefanos Tsitsipas nas oitavas de final do Aberto da Austrália, o suíço Roger Federer usou a ironia para comentar uma possível "troca de guarda" no tênis mundial.

Tudo começou quando o ex-tenista americano John McEnroe comentou que todos estavam assistindo a uma "troca de guarda" no esporte com a vitória do tenista de 20 anos. Na entrevista pós-jogo, Federer ironizou quando confrontado com o comentário.

"Ele tem ficado muito na frente do microfone. Ele sempre diz isso. Eu amo o John, mas eu ouço essa história há 10 anos. Deste ponto de vista, nada novo", disse.

Recordista de Grand Slams entre os homens com 20 conquistas, Federer atualmente tem 37 anos. Após a derrota, ele confirmou que disputará a temporada de saibro neste ano e voltará a Roland Garros, onde esteve pela última vez em 2015.

Nestes 10 anos que Federer diz ouvir falar de 'troca de guarda" no tênis, ele ganhou sete torneios de Grand Slam - desde 2009 - e voltou a figurar na primeira posição do ranking da ATP recentemente. Ele atualmente é o terceiro da lista, atrás de Novak Djokovic e Rafael Nadal.

Já Stefanos Tsitsipas é considerado uma das grandes promessas do tênis. Com apenas 20 anos, ele já figura na 15ª colocação do ranking.
 

Tênis