PUBLICIDADE
Topo

Tênis

Dimitrov vence algoz de Federer e é o campeão do ATP Finals

Dimitrov durante o jogo final da ATP Finals contra Goffin - REUTERS/Toby Melville
Dimitrov durante o jogo final da ATP Finals contra Goffin Imagem: REUTERS/Toby Melville

Do UOL, em São Paulo

19/11/2017 18h46

Um jogo muito disputado, nervoso e cheio de erros dos dois lados. Assim foi a disputa da final das Finais da ATP neste domingo (19) entre Dimitrov e Groffin. A búlgaro levou a melhor depois de duas horas e meia de jogo e venceu por 2 a 1 parciais de 7/5, 4/6 e 6/3.

Foram precisos quatro match points para Dimitrov confirmar o primeiro troféu do ATP Finals de sua carreira.

Ninguém esperava uma final do 6º do mundo, Grigor Dimitrov, contra o 8º, David Goffin, ainda mais com Roger Federer ficando pelo caminho na semifinal, mas foi o que aconteceu. O belga Goffin chegou à final credenciado pela vitória sobre o suíço e entrou em quadra em Londres neste domingo (19) bastante solto.

O retrospecto, no entanto, era a favor de Dimitrov, batido apenas uma vez por Goffin. O belga, inclusive, foi vencido pelo búlgaro na fase de grupos do ATP Finals, quando Dimitrov venceu por 2 sets a 0. 

O jogo começou bastante corrido, com Goffin ditando o ritmo de jogo e saindo na vantagem no placar. Mais solto, o belga parecia que fecharia a etapa com tranquilidade e chegou a ficar na frente por 4 games a 2.

Dimitrov, no entanto, usou a agressividade de Goffin contra ele mesmo, acalmou-se no jogo e virou o set para 5/4. A partida continuou bastante disputada. Os erros dos dois jogadores deixaram o último game chegar a 10 minutos de duração. Por fim, o búlgaro conseguiu quebrar o belga e fechou 7/5.

Enquanto em quadra os tenistas tentavam sem sucesso uma vantagem maior, nas arquibancadas, a torcida acompanhava o jogo tranquilamente. E tinha celebridade acompanhando o duelo. David Beckham era um deles. 

O segundo set começou com Dimitrov mais ligado no jogo e Goffin inseguro em quadra, o que permitiu com que o búlgaro abrisse vantagem. Vantagem que não foi mantida até o final. 

O belga se recuperou no set, disposto a levar a partida para a terceira etapa. Goffin forçou mais o saque, chegou a empatar em 3/3 e virou a partida ao confirmar o quarto game a seu favor. Goffin seguiu melhor no fim da etapa e fechou com um 6/4. 

Se a disputa já estava animada nos dois primeiros sets, ficou ainda mais no terceiro e decisivo. A competição foi game a game, mas Dimitrov resolveu forçar mais o saque e ainda conseguiu importante quebra em seu quarto game, o que deu resultado: o troféu. 

Tênis