PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Mineirinho rompe ligamento e vai ficar seis meses afastado do surfe

Adriano de Souza vai ficar seis meses afastado das atividades - Reprodução/WSL
Adriano de Souza vai ficar seis meses afastado das atividades
Imagem: Reprodução/WSL

Do UOl, em São Paulo (SP)

22/10/2018 16h42

Adriano “Mineirinho” de Souza está fora da última etapa da World Surf League (WSL), em Pipeline (Havaí). Na tarde desta segunda-feira, o brasileiro campeão mundial em 2015 recebeu péssimas notícias dos médicos sobre a lesão no joelho que o tirou da etapa de Portugal. O problema físico afastará o surfista do Guarujá por seis meses.

“Acabei de sair do médico e infelizmente a lesão era pior do que imaginava. Os exames parciais indicaram um estiramento parcial do ligamento colateral medial com ruptura do cruzado e isso vai exigir um período de recuperação de seis meses”, escreveu Mineirinho no Facebook.

“Estarei firme e forte para a primeira etapa do WSL de 2019. Tenho fé, vou dar o máximo de mim e vai dar tudo certo, novamente queria agradecer a todos pelas inúmeras mensagens que venho recebendo diariamente! Muito obrigado”, acrescentou o brasileiro.

Mineirinho viveu uma temporada abaixo do esperado em 2018, sem resultados expressivos. Em Portugal, sentiu dores no joelho ainda no segundo round contra o francês Joan Duru e abandonou a competição em Peniche.

Enquanto os compatriotas Gabriel Medina e Filipe Toledo disputam o título da temporada com o australiano Julian Wilson, Adriano de Souza ocupa apenas a 17ª colocação no ranking, com o quinto lugar na França como melhor resultado.

A última etapa do Mundial de Surfe está marcada para dezembro, entre os dias 8 e 20. Medina lidera o ranking com 56.190 e depende apenas de si para se sagrar bicampeão. Wilson e Filipinho aparecem empatados com 51.450 e ainda brigam pelo troféu da temporada.

Esporte