PUBLICIDADE
Topo

Ciclista australiana conquista primeiro ouro das Paralimpíadas de Tóquio

Paige Greco venceu a prova de ciclismo de perseguição 3.000m das classes C1, C2 e C3 nas Paralimpíadas 2020 - OIS/Thomas Lovelock
Paige Greco venceu a prova de ciclismo de perseguição 3.000m das classes C1, C2 e C3 nas Paralimpíadas 2020 Imagem: OIS/Thomas Lovelock

25/08/2021 03h47

A primeira medalha de ouro dos Jogos Paralímpicos de Tóquio já tem dona. A australiana Paige Greco venceu a prova de ciclismo de perseguição 3.000m e subiu ao lugar mais alto do pódio. No Velódromo de Izu, a atleta bateu o recorde mundial com o tempo de 3min50s81 das classes C1, C2 e C3.

A medalha de prata ficou com a chinesa Xiaomei Wang, que fez o tempo de 3min54s97, e o bronze foi conquistado pela alemã Denise Schindler, que bateu a norte-americana Clara Brown e marcou 3min55s12. Participaram da prova atletas com deficiência físico-motoras ou amputados.

A classe C5 teve a participação da brasileira Ana Raquel Batista Lins, que acabou na última colocação nas eliminatórias, com tempo de 4min43s704. A atleta começou como praticante de natação, migrou para o triatlo em 2014, e após as Paralimpíadas do Rio, em 2016, entrou de vez no ciclismo.