PUBLICIDADE
Topo

Laura Pigossi mostra como foi convocação olímpica: "Atende por favor"

Laura Pigossi e Luisa Stefani comemoram vitória sobre Bethanie Mattek-Sands e Jessica Pegula nas Olimpíadas de Tóquio - Lucy Nicholson/Reuters
Laura Pigossi e Luisa Stefani comemoram vitória sobre Bethanie Mattek-Sands e Jessica Pegula nas Olimpíadas de Tóquio Imagem: Lucy Nicholson/Reuters

Colaboração para o UOL, em São Paulo

03/08/2021 07h24

Medalhista de bronze no torneio de duplas femininas do tênis nos Jogos Olímpicos de Tóquio ao lado de Luisa Stefani, Laura Pigossi mostrou em suas redes sociais como foi o momento em que ficou sabendo que participaria das Olimpíadas - a oito dias do início das competições.

Em seus stories no Instagram, a tenista publicou um print de sua conversa com Eduardo Frick, gerente esportivo da Confederação Brasileira de Tênis (CBT). Na imagem, é possível ver que Laura recusou várias chamadas do dirigente e, quando respondeu, ainda foi para dizer que não poderia falar no momento, já que estava se preparando para entrar em quadra na semifinal em um torneio satélite em Nur-Sultan, no Cazaquistão.

Troca de mensagens entre Laura Pigossi e Eduardo Frick - Reprodução/Instagram - Reprodução/Instagram
Laura Pigossi mostra mensagem que a avisou de vaga nas Olimpíadas
Imagem: Reprodução/Instagram

"Urgente, me liga. Notícia boa. Urgente", escreveu Eduardo Frick.

"'Puts, Frickão, jogo daqui a pouquinho a semi de dupla? Estou aquecendo. Posso te ligar quando acabar?", respondeu Laura, sem saber do que se tratava.

"Tem que ser agora. Não temos tempo depois. Atende, por favor", insistiu Frick, que ligou mais duas vezes antes de revelar o assunto por mensagem mesmo, na esperança de que a tenista decidisse atender suas chamadas.

A estratégia funcionou, Laura Pigossi atendeu e, de cara, aceitou participar dos Jogos Olímpicos, possibilidade que ela nem sabia que existia, já que ela não participou do processo de inscrição, feito todo por Eduardo Frick.