PUBLICIDADE
Topo

MMA


MMA

Aldo diz que não vê rivalidade com McGregor: "Ele se promove muito falando"

Aldo e McGregor se enfrentaram em dezembro de 2015 - John Locher/AP
Aldo e McGregor se enfrentaram em dezembro de 2015 Imagem: John Locher/AP

Do UOL, em São Paulo

21/11/2017 20h53

José Aldo parece ter superado bem a perda do cinturão peso-pena e da invencibilidade de 18 lutas na derrota para Conor McGregor, em dezembro de 2015. Quase dois anos depois, o brasileiro afirmou que não tem qualquer sentimento de rivalidade com o holandês.

“Cara, eu nunca tive rivalidade com o McGregor e nem com ninguém, sou um profissional. Não vejo essa rivalidade que todo mundo fala. A luta acabou muito rápido [13 segundos] e isso me marcou, não tive a oportunidade de me mostrar. É um esporte e ele se promove falando. E eu não, cara, sou um lutador. É essa a rivalidade que importa para mim, não a de fora do cage”, disse.

Aldo fez as declarações em coletiva à imprensa na noite desta terça-feira (21), em Detroit, nos EUA, como parte do aquecimento para o UFC 218. O principal evento da noite colocará o brasileiro frente a frente com Max Holloway.

O americano o venceu em junho deste ano, no Rio de Janeiro, e desde então é o dono do cinturão peso-pena do UFC. Com apenas três derrotas em seu cartel no MMA, Aldo não está acostumado a se ver como desafiante, mas a novidade funciona apenas motivação.

“Eu sempre fui campeão, então nunca tive muitas oportunidades de pedir revanche. Tenho que agradecer ao meu oponente por ter aceitado fazer a luta. Ele estava no direito dele de escolher com quem lutaria, então não é questão do Aldo aceitar a luta”, comentou.

“Não é todo mundo que consegue voltar e reconquistar o cinturão, então se eu conseguir conquistar de novo, acho que entro para a história”, afirmou o brasileiro. “A primeira luta foi um lutão. Nós já nos conhecemos, só mudou o lado. Hoje ele está com título e eu não. A gana que eu estou é maior pelo fato de reconquistar o título”, concluiu Aldo.

Holloway se vê pronto para enfrentar "a melhor versão de Aldo"

O americano derrotou Aldo e o transformou em seu desafiante, mas isso não muda em nada a abordagem para a revanche. “Eu nem me lembro de lutar contra esse cara. É um cara totalmente novo e eu vou subir lá para lutar com ele. Eu estou me preparando para a melhor versão de José Aldo”, respondeu Holloway.

“Posso enfrentar esse cara 10 vezes seguidas e vou continuar motivado. Não preciso de muito para ficar motivado. Me impressiona que falem de motivação, eu estou motivado. Não me importo contra quem é. Acenda a luz do octógono e eu vou tentar nocautear”, continuou. “Ninguém nunca venceu Aldo duas vezes, mas eu só preciso focar.”

MMA