PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Ex-caddie ofende de forma racista Tiger Woods que mantém silêncio

Ofendido de forma racista por seu ex-caddie, Tiger Woods ministra clínica de golfe em Perth, Austrália - Tony Ashby/AFP
Ofendido de forma racista por seu ex-caddie, Tiger Woods ministra clínica de golfe em Perth, Austrália Imagem: Tony Ashby/AFP

Do UOL Esporte

Em São Paulo

05/11/2011 11h35

O ex-caddie (carregador das bolsas dos golfistas) de Tiger Woods, Steve Williams, ofendeu de forma racista o golfista americano durante um jantar de premiação aos caddies em Xangai, nesta sexta-feira (04), quando recebeu um prêmio pela sua carreira.

Após acompanhar Woods em 13 de seus 14 títulos majors, Steve Williams afirmou que sua vitória no WGC Bridgestone Invitational com Adam Scott foi o mais prazeroso de sua carreira. Em uma noite cheia de provocações, Williams disse sobre a vitória de Scott. “Era meu objetivo enterrar aquele negro c...”

Ele desculpou-se mais tarde, mas as declarações rapidamente chegaram até Woods, que está em Perth, na Austrália, onde na próxima semana participa do Aberto australiano em Sidnei.

Woods ministrou uma clínica no local para 40 VIPs durante 45 minutos antes de participar como convidado de um torneio local no Burswood Park Golf.

“Tiger Woods é um convidado de Burswood e não atenderá a imprensa. Este é um evento particular e não será aberto ao público ou imprensa.”, disse o assessor de Burswood.

De Perth, Woods seguirá para Melbourne onde participa de um evento local na segunda-feira. De lá segue para Sydney, onde se prepara para o Aberto australiano.

Atrás de seu primeiro título desde 2009, quando venceu o Australian Masters em Melbourne, Woods figura na 56ª posição do ranking, estando pela primeira vez, em 15 anos, fora do top 50.

Esporte