PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Simone Biles supera pedra no rim e leva EUA ao ouro em Mundial de ginástica

O time americano sobrou na disputa por equipes, a diferença para a Rússia, que ficou com a prata, foi de 8.766 pontos - Francois Nel/Getty Images
O time americano sobrou na disputa por equipes, a diferença para a Rússia, que ficou com a prata, foi de 8.766 pontos Imagem: Francois Nel/Getty Images

Do UOL, em São Paulo (SP)

30/10/2018 14h26

Simone Biles liderou a equipe americana à conquista do ouro na disputa por equipes no Mundial de ginástica em Doha, no Qatar, nesta terça-feira (30).

Dos quatro aparelhos em disputa, ela liderou três: teve melhor atuação nas barras assimétricas, no salto sobre o cavalo e no solo.

O feito da ginasta é ainda mais notável, uma vez que ela sofreu com muitas dores provenientes de uma pedra no rim.

No último fim de semana, ela foi internada por conta das queixas de dores. Após ser liberada a 48 horas do Mundial, a ginasta chamou sua pedra nos rins de “pérola de Doha”.

Agora a norte-americana de 21 anos coleciona 15 medalhas, sendo 11 de ouros, em Mundiais. Esse número pode chegar a um recorde jamais visto de 20 medalhas, já que Biles tem mais cinco competições ainda nesta semana.

Além do grande número de conquistas em Mundiais, a ginasta já tem quatro medalhas olímpicas de ouro, além de um bronze. Ainda tornou-se um dos símbolos da mudança na ginástica norte-americana após denunciar abusos sexuais na seleção do país.

Esporte