PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Corinthians x Boca Juniors: VAR vê exagero de Adson em lance de possível pênalti

29/06/2022 12h56


Durante o empate sem gols com o Boca Juniors, pelo primeiro jogo das oitavas de final da Libertadores, o Corinthians ficou na bronca com a arbitragem sobre um possível pênalti não marcado em Adson no segundo tempo.

+ Semana de Libertadores! Saiba quais são os elencos mais valiosos das oitavas

Aos 12 minutos da etapa final, Roni inverteu o jogo para Adson. O atleta de 21 anos conduziu pela direita, e quando invadiu a área adversária, teve um choque com o lateral Sández. O chileno Roberto Tobar não assinalou penalidade, e o árbitro de vídeo, Juan Soto, seguiu a opinião do compatriota chileno.

A Conmebol divulgou nesta quarta-feira (29) o áudio entre os profissionais da arbitragem na partida da Neo Química Arena. O árbitro de vídeo referendou a marcação em campo do juiz justificando que Adson exagerou na queda.

- É um contato leve e ele exagera - diz o profissional da cabine.

Quatro minutos depois, o Boca também reclamou de um possível toque de Bruno Méndez com o braço dentro da área, após cruzamento de Villa. Mais uma vez, Tobar e Soto não interpretaram o lance como pênalti.

- A mão está muito próxima do corpo no momento do contato, me parece uma posição natural - afirmou o árbitro de vídeo.

+ Confira a tabela e simule as partidas da Conmebol Libertadores

Timão reclamou de pênalti em Adson (Foto: NELSON ALMEIDA / AFP)

O jogo de volta entre Corinthians e Boca Juniors acontece na próxima terça-feira (5), às 21h30, na Bombonera, em Buenos Aires. Antes, no sábado (2), os comandados de Vítor Pereira vão ao Maracanã, onde enfrentam o Fluminense pelo Brasileirão.

Futebol