PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Leandro Castan comemora resultado fora de casa, mas alerta sobre a dificuldade do jogo de volta

27/11/2020 01h00

O Vasco empatou com o Defensa y Justicia por 1 a 1, em Buenos Aires, e garantiu um bom resultado para decidir em casa na próxima semana, dia 3, quinta. Diane disso, na coletiva de imprensa, o capitão Leandro Castan analisou a atuação da equipe, mas alertou sobre a dificuldade do jogo de volta, em São Januário.

+ Confira a tabela da Copa Sul-Americana

- Penso que partidas de Sul-Americana, jogos fora de casa são sempre difíceis. O Defensa, depois que fizemos 1 a 0, veio com tudo para cima. Achei que faríamos o 2 a 0 porque eles vieram com tudo, levamos um resultado positivo para casa, mas no Rio será muito difícil também - destacou.

- Acho que a maior dificuldade foi principalmente quando eles trocaram a formação. Pensávamos que viriam com uma linha de cinco. No intervalo, o mister conseguiu corrigir erros, fizemos o gol, mas dificuldades num campeonato como esses sempre temos - frisou.

Como o jogo foi na capital argentina um dia após a morte do ídolo Diego Armando Maradona, o zagueiro também comentou sobre o falecimento de um dos maiores jogadores de futebol de todos os tempos.

- Uma notícia que deixou a gente muito triste porque o Maradona era um ídolo mundial. Com certeza é uma perda de todos. Nós deixamos um abraço pra família, para todo o povo argentino e para que Deus possa confortar o coração de todos - lamentou.

O jogo de volta está marcado para a próxima quinta-feira, dia 3, em São Januário, às 21h30. Antes disso, o Vasco recebe o Ceará, às 18h, também na Colina histórica, pela 23ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Futebol